Viagem

Baladas, gente bonita e econômico: Belgrado é destino de diversão na Europa

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL, em Belgrado

07/07/2016 08h00

A Sérvia fez um péssimo trabalho de relações públicas para si mesma nos anos 1990.

Envolvida em sangrentas guerras nos Balcãs contra seus vizinhos, a nação eslava ganhou, para muita gente, uma imagem de entidade racista e genocida, ainda não totalmente apagada.

A realidade atual, porém, é outra: o território sérvio é hoje um local altamente amigável e receptivo a turistas, e isso pode ser visto principalmente em sua capital, Belgrado.

A cidade é um relicário recheado de lindos monumentos históricos e uma máquina capaz de produzir excelentes festas todos os dias da semana – abastecidas por uma energia invejável da juventude nativa.

“Os sérvios que cresceram nos anos 2000 são uma geração que não viveu diretamente sob o espectro da guerra, mas que ouviu, de seus familiares, histórias terríveis dos conflitos. Acho que, por essa razão, tanta gente tem esse ímpeto de querer aproveitar ao máximo o lado bom da vida”, diz o estudante de medicina sérvio Dejan Stankic, entre um copo e outro de cerveja Jelen em uma área boêmia de Belgrado.

Abaixo, veja passeios que justificam uma viagem à metrópole sérvia durante uma jornada pela Europa. 

  • Imagem: Divulgação/The Tube
    Divulgação/The Tube
    Imagem: Divulgação/The Tube

    Baladas nos rios e no subsolo

    Visite Belgrado nos meses mais quentes do ano (geralmente entre junho e agosto) e tenha à sua disposição uma enorme oferta de baladas realizadas sobre embarcações ancoradas nos rios Danúbio e Sava, os dois principais cursos de água que banham a capital sérvia. Entre estes locais flutuantes, conhecidos localmente como ?splavovi?, destacam-se o Blaywatch e o Povetarac, este funcionando em um navio cargueiro enferrujado (e cheio de atmosfera) no rio Sava. E se a intenção for curtir uma discoteca um pouco mais convencional, vá ao The Tube (na foto), uma balada de música eletrônica que funciona com clima de subsolo e que recebe DJs excelentes.

  • Imagem: Marcel Vincenti/UOL
    Marcel Vincenti/UOL
    Imagem: Marcel Vincenti/UOL

    Um forte que é um parque

    A antiga fortaleza conhecida como Kalemegdan é um dos símbolos de Belgrado e uma parada obrigatória para os turistas que visitam a cidade. Construída como fortificação sobre o encontro dos rios Sava e Danúbio e com uma história que remonta ao século 3 a.C., o Kalemegdan é hoje um lindo parque perfeito para caminhadas. Ao passear pela área, os visitantes podem conhecer quase que toda a estrutura histórica do forte gratuitamente. Trata-se de um diferencial, pois, geralmente, turistas têm que pagar ingresso para conhecer fortalezas que existem em cidades europeias. Tente visitar o local no fim da tarde, quando é possível admirar, desde o topo de uma de suas muralhas, um pôr do sol fascinante sobre o Sava e o Danúbio.

  • Imagem: Didica/Creative Commons
    Didica/Creative Commons
    Imagem: Didica/Creative Commons

    Rua boêmia

    Poucas capitais europeias (e talvez do mundo) têm uma vida noturna tão animada como Belgrado. Em dias da semana, os bares da Skardalija (uma pitoresca rua de pedras no centro da cidade, na foto) se encontram constantemente lotados e animados por música ao vivo. Grupos de ciganos circulam pelos restaurantes da área tocando suas músicas típicas e, ali ao lado, os galpões de uma antiga zona fabril abrigam uma variedade impressionante de casas noturnas, oferecendo de música eletrônica a reggae, passando por shows de punk rock e duetos de violões. E, se você é daquelas pessoas que gostam de se ver rodeadas de gente bonita, Belgrado não será uma decepção: os sérvios (tanto mulheres como homens) são extremamente bem-apessoados.

  • Imagem: Reprodução/YouTube
    Reprodução/YouTube
    Imagem: Reprodução/YouTube

    Futebol insano

    Você acha que brasileiro é apaixonado por futebol? Então espere ver a intensidade com a qual os sérvios torcem dentro dos estádios do país. Os dois principais times de Belgrado são o Estrela Vermelha (onde jogou o ídolo flamenguista Petkovic) e o Partizan. A rivalidade entre as duas equipes é apontada como uma das maiores do futebol mundial e ver uma partida entre elas é uma experiência única, especialmente por causa da paixão da torcida na arquibancada. Mas é preciso ter um certo cuidado, pois, em algumas ocasiões, tal fanatismo descamba em violência. Antes de ir ao estádio em Belgrado, converse com os locais e veja qual o nível de tensão da partida. Mas a diversão será quase certa.

  • Imagem: Marcel Vincenti/UOL
    Marcel Vincenti/UOL
    Imagem: Marcel Vincenti/UOL

    Barato para brasileiros

    Belgrado é também uma das capitais mais baratas da Europa. Lá, é possível se hospedar em hostels pagando a partir 560 dinares sérvios (cerca de R$ 17) em um dormitório compartilhado e 1.230 dinares (aproximadamente R$ 37) em um quarto privado. E o mesmo se aplica à alimentação e à gandaia. Uma refeição em um dos muitos restaurantes baratos que existem no centro da cidade sai por cerca de R$ 20 e, nos bares com música ao vivo da rua Skardalija (que raramente cobram entrada), meio litro da cerveja local Jelen custa cerca de 300 dinares (R$ 9). E há também a rakia, o poderoso destilado de frutas dos Balcãs cuja dose chega a sair por R$ 5. Mas tome cuidado: é fácil perder o controle com esta bebida. Mas espere preços mais elevados nas discotecas e baladas no rio.

  • Imagem: George Groutas/Creative Commons
    George Groutas/Creative Commons
    Imagem: George Groutas/Creative Commons

    Palácios, igrejas e prédios comunistas

    Chamado de "Stari Grad", o centro histórico de Belgrado é uma fascinante junção de estilos arquitetônicos. Na região, é possível ver austeros prédios construídos durante a era socialista da Iugoslávia ao lado de edifícios como o Palácio da Princesa Ljubica, esposo do príncipe sérvio Milos Obrenovic. O edifício foi inaugurado em 1831 e tem uma arquitetura considerada tipicamente sérvia. A 20 minutos de caminhada da ?Stari Grad?, fica outra visão impressionante de Belgrado: a igreja de são Sava (na foto), um dos maiores templos do cristianismo ortodoxo do mundo. Com 80 metros de altura e 91 metros de largura, o templo homenageia são Sava, o fundador da Igreja Ortodoxa Sérvia, parte importantíssima da identidade do povo sérvio.

  • Imagem: Marcel Vincenti/UOL
    Marcel Vincenti/UOL
    Imagem: Marcel Vincenti/UOL

    Caminhada a Zemun

    Uma das atividades mais agradáveis para fazer a partir de Belgrado é a caminhada até Zemun, uma linda cidade histórica que fica ao lado da capital sérvia. Comece o passeio andando entre o centro de Belgrado e a ponte Brankov, que cruza o rio Sava. Após atravessá-la, você se verá no meio do parque Usce, uma extensa área verde que oferece uma via de pedestres que margeia o rio Danúbio e vai até Zemun. Todo o percurso dura cerca de duas horas, mas oferece lindas vistas do Danúbio para os turistas. Zemun, por sua vez, abriga construções históricas extremamente fotogênicas, como a torre Gardos (erguida no século 19) e a igreja Nikolajevska, com lindos detalhes barrocos. Dos arredores da torre Gardos é possível ter visões panorâmicas fascinantes do Danúbio (na foto).

  • Imagem: Ctac/Creative Commons
    Ctac/Creative Commons
    Imagem: Ctac/Creative Commons

    Aula de história

    Os sérvios têm uma história de mais de um milênio marcada por guerras. Mas nem sempre eles foram apontados como os vilões dos conflitos em que se envolveram, como ocorreu na guerra do Kosovo, em 1999. Na Segunda Guerra Mundial, por exemplo, eles formaram alguns dos grupos armados que combateram com maior bravura os nazistas nos Balcãs. Para conhecer essas histórias, e entender muito da geopolítica de uma das regiões mais conturbadas do mundo, visite o Museu Militar, que fica dentro da área do Kalemegdan. Lá é possível aprender sobre as guerras que os sérvios travaram contra o invasor Império Otomano e sobre a Iugoslávia, que, acredite ou não, dá saudades em muitos sérvios de mais idade. Objetos capturados dos nazistas, como partes de uniformes de oficiais da SS, também estão em exposição.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo