Viagem

Carro não entra: veja algumas das vias de pedestres mais lindas do mundo

Do UOL, em São Paulo

12/06/2016 08h00

Fugir do trânsito dos carros em uma cidade do mundo atual parece uma tarefa quase impossível nos dias de hoje.

Mas, ao redor do globo, existem diversos centros urbanos que preservam belas vias abertas apenas para pedestres.

São lugares perfeitos para tranquilas caminhadas e que abrigam bares ao livre, tendas de artesanatos e edifícios de linda arquitetura.

Abaixo, conheça alguns destes recantos onde barulho de motor e buzinas são apenas ruídos distantes.

  • Imagem: Erwan Martin/Creative Commons
    Erwan Martin/Creative Commons
    Imagem: Erwan Martin/Creative Commons

    Rua Skadarska, Belgrado (Sérvia)

    Esqueça a péssima imagem que a Sérvia passou para o mundo nos anos 1990, com suas terríveis guerras nos Balcãs. O país é um local de gente acolhedora e lindas paisagens. E sua capital Belgrado é, sem dúvida, um dos melhores lugares para badalar na Europa. A mais importante via boêmia da cidade é a rua Skadarska (na foto), um lindo caminho de pedras cercado por barzinhos acolhedores, casinhas antigas e ótimos restaurantes. Quando a noite chega, grupos de músicos ciganos aparecem nos recintos para divertir os presentes com suas alegres canções tradicionais. A rua Skadarska fica bem no centro de Belgrado e é um oásis no meio desta agitada metrópole sérvia.

  • Imagem: Tom Hisgett/Creative Commons
    Tom Hisgett/Creative Commons
    Imagem: Tom Hisgett/Creative Commons

    Rua principal de Dubrovnik (Croácia)

    Após cruzar os muros que cercam o centro histórico da cidade croata de Dubrovnik, os viajantes caminham um pouco e se deparam com a principal via de pedestres deste destino turístico banhado pelo mar Adriático. Aqui, esta rua é chamada de Stradun, e a vista, como se pode notar, é fascinante: pavimentada com pedras de calcário, a Stradun tem 300 metros de comprimento, exibe lindas fontes do século 15 e é marcada por um lindo campanário. Lá é também o lugar para comprar os suvenires da sua viagem. Mas fique avisado: durante o verão do Hemisfério Norte, a via fica tomada por multidões de turistas.

  • Imagem: Bgabel/Creative Commons
    Bgabel/Creative Commons
    Imagem: Bgabel/Creative Commons

    Viela de Naousa, Paros (Grécia)

    Uma das mais lindas ilhas da Grécia, Paros abriga, em sua região nordeste, a pitoresca vila de Naousa, que tem pouco menos de 3.000 habitantes. Toda a região é perfeita para fugir do caos e barulho dos grandes centros urbanos, mas, em Naousa, não deixe de visitar esta linda vielinha da foto, localizada bem no centro do vilarejo. O local abriga alguns cafés e, como se pode ver, é extremamente fotogênico. Depois, é só ir para alguma das lindas praias que existem na área, como a paradisíaca Kolympithres.

  • Imagem: LucianaDeckerOrozco/Creative Commons
    LucianaDeckerOrozco/Creative Commons
    Imagem: LucianaDeckerOrozco/Creative Commons

    Calle Jaén, La Paz (Bolívia)

    Localizada em La Paz, ao lado da Plaza Murillo (a praça onde fica a sede do governo boliviano), a calle Jaén é uma viela levemente íngreme cercada por casarões coloniais e bares estilosos. Passear à noite sob suas luminárias antigas é uma das atividades mais agradáveis para fazer na metrópole boliviana. E ali ficam alguns dos pontos boêmios mais lendários da Bolívia, como a casa onde o famoso artista Pepe Murillo conduz semanalmente shows de música folclórica boliviana.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Vielas azuis de Chefchouen (Marrocos)

    Aqui não falamos apenas de uma via para pedestres, mas das várias vielas do centro antigo da cidade de Chefchouen, no Marrocos. Em muitas delas passam apenas pessoas, e quase todo o cenário é pintado de azul, como um reflexo saturado do céu marroquino. Foi a comunidade judaica que viveu na cidade no passado a responsável por pintar esta região de Chefchouen. A cor seria uma referência ao azul que tingia objetos sagrados no Velho Testamento e serviria como uma lembrança constante do poder de Deus sobre aquele grupo de refugiados. Outra versão diz que eles simplesmente queriam reproduzir a visão do paraíso em sua morada. Hoje, o azul onipresente é uma atração para viajantes do mundo inteiro e, segundo a lenda, também é capaz de espantar mosquitos.

  • Imagem: Modzzak/Creative Commons
    Modzzak/Creative Commons
    Imagem: Modzzak/Creative Commons

    Ruas de Bascarcija, em Sarajevo (Bósnia)

    Apesar de ter vivido uma sangrenta guerra nos anos 1990, Sarajevo está quase que totalmente revitalizada e é um popular destino turístico da Europa. Caso você queira fugir dos carros por lá, é só se dirigir à região conhecida como Bascarcija, o coração histórico da cidade bósnia. Grande parte da área é aberta apenas para pedestres e abriga charmosas vias recheadas de bazares e mesquitas que remontam à época do Império Otomano. Mesinhas nas calçadas, onde é servida em abundância a Sarajevesko (a mais famosa cerveja local), são um ótimo pit stop para os caminhantes.

  • Imagem: Berthold Werner/Creative Commons
    Berthold Werner/Creative Commons
    Imagem: Berthold Werner/Creative Commons

    Northwestern Street, Birgu (Malta)

    Uma das mais importantes cidades históricas da ilha de Malta, Birgu abriga lindas vielas para caminhadas. Banhado pelo mar Mediterrâneo, o local é um labirinto de fortificações construídas pelos cruzados e imponentes igrejas. Um dos seus cartões-postais é a via chamada em inglês de Northwest Street, uma viela que abriga edifícios do século 16 e é perfeita para lindas fotografias.

  • Imagem: Jeangagnon/Creative Commons
    Jeangagnon/Creative Commons
    Imagem: Jeangagnon/Creative Commons

    Rue du Petit-Champlain, em Québec (Canadá)

    A Rue du Petit-Champlain é uma das mais famosas vias da Cidade de Québec, no Canadá. Fechado para carros, o local ganha vida especialmente no fim do ano, quando lindas decorações natalinas adornam suas lojas e residências. Mas a ruazinha é também frequentada em outras épocas do ano, pois está bem no centro histórico da Cidade de Québec, um dos locais mais turísticos do lugar. A Rue du Petit-Champlain é um destino ideal para longas caminhadas e uma pausa para um café durante sua viagem.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo