Viagem

Paraíba tem praias isoladas, passeio no meio do mangue e nudismo

Eduardo Vessoni

Colaboração para o UOL, em João Pessoa*

28/01/2016 19h03

O litoral do estado da Paraíba, mesmo com seus modestos 130km de extensão, tem muito a oferecer aos visitantes e nativos. No entanto, para quem pretende fugir do mais óbvio, é importante saber que o minúsculo estado possui uma costa ainda pouco explorada, sobretudo em seu litoral norte.

Manguezais, dunas e lagoas estão na paisagem da Barra de Camaratuba, distrito pertencente ao município de Mataraca, a 110km de João Pessoa, já perto da divisa com o Rio Grande do Norte. Ali, entre a foz dos rios Camaratuba e a do Guaju, são aproximadamente 14km de orla. Mesmo com boas opções de hospedagem, o turismo local ainda é apegado às tradições dos índios potiguares ribeirinhos, que recebem os visitantes de dois jeitos.

Os mais aventureiros podem fazer uma inusitada caminhada pela 'Trilha do Caranguejo Uçá', parte de uma ação de sensibilização ecológica, desenvolvida por uma Ong local. O roteiro, com duração aproximada de 40 minutos, começa inocente nas águas rasas de um mangue e vai afundando até um rio. De lá, a pessoa desce com a ajuda de um flutuador (estilo um macarrão de piscina) até chegar na entrada da comunidade. 

Eduardo Vessoni/UOL
Trilha do Caranguejo Uçá, nos manguezais da região da Barra de Camaratuba Imagem: Eduardo Vessoni/UOL

O passeio pelo mangue é oferecido por guias locais treinados pela Ong, que ainda disponibiliza sapatilhas especiais para proteger os pés e uma máquina fotográfica aquática com o intuito de registrar o momento. Mas calma: quem prefere um pouco menos de emoção pode usar jangadas para conhecer a comunidade. 

Já os amantes do surfe ou do kitesurfe tem um destino certo na região: a praia Boca da Barra, local de encontro das águas do Rio Camaratuba com o mar. O melhor período para praticar é de janeiro a março. Depois, até outubro, os ventos predominantes são mais intensos, chegando entre 22 e 28 nós. É possível ainda frequentar com a família na época de maré baixa, quando a região se transforma em um ótimo balneário. Também existem salva-vidas no local para assegurar a tranquilidade dos banhistas.

PBTur/Divulgação
Praia da Campina serve de endereço de veraneio para muitos paraibanos Imagem: PBTur/Divulgação

Passos lentos
Voltando em direção ao sul do estado, o município de Rio Tinto é outro destino que ainda vê o turismo seguir em passos lentos. A principal atração local é o distrito de Barra do Mamanguape, local em que o rio homônimo encontra o mar e onde, bem no ponto em que as águas se misturam, dá para ver conjuntos de corais quando a maré está baixa.

Quem oferece visitas guiadas pela região é projeto Viva o Peixe-Boi Marinho, estratégia de conservação e pesquisa da Fundação Mamíferos Aquáticos para evitar a extinção dp peixe-boi marinho (Trichechus manatus manatus) na região Nordeste do Brasil.

Perto dali está a Praia da Campina, localizada entre as barras do rio Miriri e Mamanguape. Endereço de veraneio de muitos paraibanos, tem um mar ideal para pesca e prática de surf, mas é na maré baixa que surgem diversas piscinas naturais, ótimas para relaxar e curtir a paisagem.

Oásis colorido

Cacio Murilo/PBTur
Piscinas naturais da Areia Vermelha Imagem: Cacio Murilo/PBTur

Ainda ao norte do estado da Paraíba, o município de Cabedelo abriga um dos cenários mais surreais do litoral paraibano: a Areia Vermelha. Com acesso por meio de catamarãs que saem da Praia do Poço, trata-se de uma ilha com 1,5km de extensão que se forma na maré baixa, dando lugar a piscinas naturais rodeadas por areias de tons avermelhados. Fica a cerca de 2km da costa, na altura da praia de Camboinha, e é uma das atrações do Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha.

Além dela, empresários e responsáveis pelo turismo do estado tem investido também em um novo destino turístico, a Ilha da Restinga. Este santuário ecológico conta com acesso apenas por barco e fica no estuário do Rio Paraíba do Norte. Ela recebe pequenos grupos de visitantes para realizar trilhas por lagoas e mangues, além de conhecer histórias de antigos tesouros escondidos em ilhas e manguezais, remanescentes do período da invasão dos holandeses e das disputas de terras paraibanas com povos da Europa, como portugueses e espanhóis.

Todo mundo nu?

Divulgação
Praia de Tambaba, a primeira de naturismo no Nordeste Imagem: Divulgação

Muito provavelmente sim, especialmente se você estiver em Tambaba, considerada a primeira praia de naturismo do Nordeste. Um dos destaques do litoral sul da Paraíba, este paraíso dos naturistas é uma isolada faixa de areia com 500m de extensão - a cerca de 35 minutos da capital João Pessoa - que pode ser acessada apenas por quem entra sem roupa. No entanto, os mais tímidos também têm vez, pois a praia conta com uma área pública, antes da portaria de acesso, em que vestidos são permitidos. Ufa!

Além da naturista Tambaba, outro destaque é Coqueirinho, ambas no município de Conde, a cerca de 30km da capital João Pessoa. A segunda é uma pequena baía protegida e de contornos que lembram uma ferradura, conhecida por seus coqueirais densos e falésias como as que formam um corredor rochoso conhecido como Cânion de Coqueirinho. Famílias ou casais em busca de sossego ficam do lado esquerdo e os mais aventureiros se dirigem ao trecho de areia voltado para mar aberto.

A 9km dali fica mais um destino ainda por ser descoberto por turistas de outros estados. A Praia Bela, onde o rio quase encontra o mar, não fosse um banco de areia que separa os dois, fica no município de Pitimbu. Ela conta com o maior litoral de toda a Paraíba, cujas águas agitadas são um convite para a prática de esportes náuticos. Antes de deixar a região, vale ainda dar uma passada na Ponta do Seixas, declarada o ponto mais oriental das Américas.

Mais informações:
Site oficial do turismo da Paraíba
www.destinoparaiba.pb.gov.br

Barra de Camaratuba
www.barradecamaratuba.com.br

Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho
www.vivaopeixeboimarinho.org

*O jornalista viajou a convite da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo