menu
Topo

Viagem

Roteiros em família


Parque da Nasa tem simulação de lançamento de foguete e comida de astronauta

Rodrigo Casarin

Colaboração para o UOL, de Cabo Canaveral (EUA)*

11/11/2015 19h19

O Kennedy Space Center, complexo da Nasa em Cabo Canaveral (a cerca de 90km de Orlando), atrai cerca de dois milhões de visitantes por ano. Não é para menos: a atração turística, cheia de interatividade, tem cabines de foguetes, cinemas IMAX, imagens feitas pelo famoso telescópio Hubble e simuladores. Dá até para comprar comida que os tripulantes das naves levam para o espaço ou ainda almoçar (uma refeição “terráquea”, nesse caso) na companhia de um astronauta e de mais uma centena de pessoas - privilégio cujo valor não está incluso no ingresso.

No KSC, como o lugar também é chamado, foguetes originais ficam ao lado de algumas réplicas, como o enorme Apollo Saturn 1B, usado no projeto Apollo (programa espacial que tinha a Lua como destino). Com cara de museu moderninho, o parque possui prédios com atrações ligadas às diversas missões da Nasa.

Vivendo o lançamento
O "Space Shuttle Atlantis" ("Ônibus Espacial Atlantis", em português), por exemplo, conta a história do desenvolvimento dos ônibus espaciais, cuja imagem do Atlantis - o mais famoso deles - acoplado a seus foguetes propulsores e ao enorme cilindro laranja de combustível é um dos principais ícones da organização.

Ao entrar neste prédio (que é o mais novo do lugar e foi construído em 2013, resultado de um investimento de US$ 100 milhões), o visitante é encaminhado a uma grande sala, onde assiste a um filme que mistura dramatização com imagens de arquivo para falar sobre a corrida espacial americana. A empreitada levou mais de uma década até conseguir desenvolver o ônibus espacial Atlantis, que fez seu primeiro lançamento em 1985. Na sequência, todos são conduzidos a outro local, cuja decoração simula o ambiente interno de uma espaçonave após o lançamento, enquanto se distancia do nosso planeta rumo ao espaço.

Depois disso, acontece um dos momentos mais especiais no KSC e que encanta os turistas: aos poucos, surge à frente de todos a própria Atlantis, justamente o veículo que esteve no espaço em mais de 30 oportunidades e foi aposentado em 2011. Exposto ao público, que quase pode tocá-lo, o ícone é cercado por diversos outros instrumentos, simuladores - como o de uma estação espacial onde os visitantes podem se arrastar por tubos enquanto se imaginam astronautas - e reproduções de ambientes dentro de um veículo espacial.

No mesmo prédio há o “Shuttle Launch Experience”, que permite aos visitantes experimentar a sensação de estar dentro de uma nave no momento de seu lançamento. Inclinados a 90º, com as costas paralelas ao chão, todos passam cerca de dois minutos chacoalhando enquanto compreendem como é romper com a estratosfera e alcançar o espaço.

Ali perto também fica um dos espaços mais bonitos do KSC: um memorial destinado aos astronautas que morreram em missões que deram errado, como o acidente com o ônibus espacial Challenger, que explodiu logo após seu lançamento, em 1986. Trata-se de uma das poucas instalações dentro do parque que lembram que a NASA também pode falhar.

Rodopiando para todas as direções
Outra atração é o “Journey to Mars” ("Jornada a Marte", em tradução livre), que foi reformulado em maio de 2015. É lá que trabalha a brasileira Lívia Ribeiro, há 18 anos educadora na Nasa. Ela explica que a organização tem investido no desenvolvimento de jovens, a fim de despertar neles o interesse para os programas espaciais. Dentre as ações desenvolvidas estão acampamentos de verão dentro do próprio parque, além de experiências comandadas por astronautas. Em janeiro de 2016, por exemplo, o astronauta brasileiro Marcos Pontes estará por lá para viver um dia ao lado de crianças no “Fly With The Astronaut” ("Voe com o Astronauta", em português).

Além do complexo principal, as atrações do parque da Nasa também estão espalhadas em outros dois endereços próximos. Ônibus levam os visitantes para um passeio pela região, passando por mais ícones da agência do governo, como o famoso prédio onde os foguetes são construídos e as plataformas de lançamentos. Uma das paradas é no “Apollo Center”, onde é recontada a história das missões que tinham a Lua como destino. Lá, o visitante tem a chance de ver de perto uma pedra lunar e o Saturn V, foguete de mais de 110m de altura - que nunca foi usado, mas impressiona pelo tamanho e imponência.

Perto dali, também dá para visitar o hall da fama dos astronautas - que em dezembro de 2015 será transferido para o núcleo principal do KSC - e o “Astrounaut Training Experience”, programa destinado a maiores de 14 anos, que proporciona ao visitante experiências que os astronautas têm enquanto treinam para ir ao espaço, como viver na apertada cabine da espaçonave e rodopiar em 360º em um aparelho que deixa qualquer um desnorteado. O que faz falta é uma cabine simuladora de gravidade zero: o que existe ali é apenas um sistema de contrapeso, que proporciona aos visitantes a sensação de que nada lhes atrai para a Terra.

Partindo do porto

O KSC fica localizado em uma região chamada de Florida's Space Coast (costa espacial da Flórida, em tradução livre), para onde muitos turistas vão principalmente por conta do porto de Cabo Canaveral, um dos mais movimentados do mundo. Cruzeiros temáticos da Disney zarpam de lá, por exemplo. Se embarcar em um navio estiver no roteiro da sua viagem, vale separar um tempo a mais na região para conhecer o parque da Nasa - recomenda-se dois dias para que se aproveite bem tudo o que ele tem a oferecer.

Agora, para quem vai ao porto e tem pouco tempo entre a chegada ao lugar e a partida do navio, há algumas outras atrações que demandam poucas horas para se conhecer. A menos de cinco minutos do terminal de embarque está a Exploration Tower, prédio com sete andares onde funciona um pequeno museu de temas variados, com direito a uma belíssima vista da região. A cerca de 15 minutos de carro, está Ron Jon, a maior loja de surf do mundo, aberta 24 horas, em Cocoa Beach. Rumo ao norte, leva-se 30 minutos para alcançar a cidade de Titusville, onde fica a Playalinda Brewing Company, bar com mais de 20 torneiras de chope e que fabrica sua própria cerveja.

Serviço
Kennedy Space Center
Quanto: a partir de US$ 40 para crianças com menos de 12 anos e de US$ 50 para os demais. Algumas atrações ainda cobram um valor a parte: o almoço com astronauta, por exemplo, sai por US$ 29,99 para adultos e US$ 15,99 para crianças. Já o “Astronaut Training Experience” custa US$ 145 e pode ser feito apenas por maiores de 14 anos (preços consultados em novembro de 2015).
Quando: diariamente, das 9h às 18h (verifique a disponibilidade, pois fecha nos dias de lançamentos)
Onde: SR 405, Cabo Canaveral, Florida 32899
Mais informações: www.kennedyspacecenter.com

*O jornalista viajou a convite do Visit Central Florida e Space Coast

Mais Roteiros em família