menu
Topo

Viagem

Roteiros de luxo

Rodeada pelos Alpes, cidade suíça tem lagos de cor turquesa e verão quente

Denise de Almeida

Do UOL, em Interlaken (Suíça)*

29/07/2015 00h25

O nome do lugar já entrega: Interlaken, que significa "entre lagos", ostenta em seu cartão-postal os lagos Brienz e Thun, ambos de um azul turquesa intenso que dão à cidadezinha suíça instalada aos pés dos Alpes uma paisagem de cair o queixo.

Apesar de ser conhecida entre os brasileiros como um destino de neve, a Suíça vale a visita também no verão. Em Interlaken, nesta época do ano, o sol se põe por volta das 21h, com clima quente e agradável. Durante o dia é possível refrescar-se à beira dos lagos, piscinas, aproveitando a praça central da cidade (Höhematte) ou praticando paraglider: sobrevoar os lagos e ver a cidadezinha de cima é um passeio para ninguém botar defeito.

A montanha símbolo da cidade, Harder Kulm (em 2015, aberta à visitação até 25 de outubro), abriga um restaurante e guarda uma vista panorâmica da região, em uma plataforma que se projeta sobre o vale a 1.322m de altitude. Os turistas alcançam seu topo por um funicular, uma espécie de bondinho que cruza o íngreme trajeto em dez minutos.

Com 15 mil habitantes, Interlaken é pequena (você consegue percorrê-la toda a pé) e impecavelmente limpa. Reúne lojas de luxo, um cassino, restaurantes e dezenas de lojinhas para turistas, onde miniaturas de vacas - de todos os tipos e formatos - fazem sucesso. Afinal, é graças ao animal que a Suíça produz dois de seus ícones: os queijos e os chocolates. 

Denise de Almeida/UOL
Imagem: Denise de Almeida/UOL

A gastronomia é diversificada: você pode provar pratos locais, como a raclette (queijo derretido em uma panela especial, acompanhado de batatinhas cozidas com casca) e rösti (espécie de bolinho achatado feito de batatas e frito em manteiga na frigideira), ou até mesmo uma pizza ou risoto em restaurantes italianos.

Rodeada por montanhas cinematográficas, Interlaken oferece uma visão privilegiada de Jungfrau (que significa "donzela", em tradução livre). Com seus 4.158m de altitude, está entre os picos mais altos dos Alpes.

Por estar conectada à malha ferroviária, a cidade é porta de entrada também para outros destinos no cantão de Berna, como a charmosa Grindelwald e a icônica Jungfraujoch: a estação de trem localizada em maior altitude de toda a Europa, a 3.571m.

A atração turística, onde há neve o ano inteiro, abriga ainda o Palácio de Gelo, com esculturas 30m abaixo da superfície da geleira, uma loja dos chocolates Lindt, que também mostra o processo de fabricação do doce, o Alpine Sensation, que ilustra a história e a construção da ferrovia do Jungfrau, um parque na neve, que funciona apenas no verão, e cinco restaurantes, além de uma plataforma de observação que impressiona qualquer visitante. Os ingressos para o complexo dão direito a conhecer todos os ambientes e ainda à viagem de trem de Interlaken a Jungfraujoch.

Mais informações
www.interlaken.ch
www.jungfrau.ch
www.swisstravelsystem.com

* A jornalista viajou a convite da Jungfrau Railways e da Lindt & Sprüngli

Mais Roteiros de luxo