menu
Topo

Viagem

Destinos dos famosos

Bruno de Luca vai à Dinamarca e se encanta com aguardente à base de batatas

Raísa Carlos de Andrade

Do UOL, no Rio de Janeiro

29/11/2014 08h00

À frente do programa "Vai pra Onde?", no canal Multishow, Bruno de Luca viaja o mundo e aproveita o que ele tem de melhor. Faz amigos, se aventura em esportes radicais e se diverte com a vida noturna de cada lugar.

Na Dinamarca, ele se surpreendeu com o estilo de vida dos moradores de Copenhague. “Era um lugar sobre o qual eu ouvia falar bastante, mas não botava muita fé. Fiquei apaixonado pela cidade e pretendo passar meu aniversário lá no ano que vem, com minha família.”

Divulgação/Multishow
Bruno de Luca apresenta o programa de viagens "Vai pra Onde?", no Multishow Imagem: Divulgação/Multishow

De acordo com Bruno, quem decidir incluir o destino em suas férias não pode deixar de experimentar a Aquavit, bebida à base de batata que se equivale à cachaça no Brasil. A dica é o Ruby Cocktail Bar, que ganhou fama por transformar a Aquavit, geralmente consumida pura, em drinks. "O barman inovou e está fazendo o maior sucesso. É como se tivesse inventado a caipirinha de lá", conta.

Porém, mesmo encantado por Copenhague, o apresentador se decepcionou com o General Hostel. O albergue, embora muito conhecido por ter filiais em vários lugares do mundo, passou bem longe das expectativas.

“É um lugar que já ganhou prêmios de melhor albergue, e neste final de semana estava lotado por ter alguns festivais. Fica bem no centrão da cidade e é muito bem localizado. Mas o quarto é horroroso! São todos do mesmo tamanho. O banheiro é pior ainda, com o chuveiro quase em cima da privada. Mas a área social do albergue é muito bacana”, entrega.

Copenhague fez parte das gravações feitas na Escandinávia para esta temporada do "Vai pra Onde?". 

“A Escandinávia tem uma história muito antiga e fascinante. Foi incrível ver ao vivo tudo que eu vinha estudando, e conhecer pessoas com muito mais propriedade para falar do passado do seu povo do que livros que leio". 

Com boa parte do ano rodando pelo mundo, o apresentador desconsidera malas grandiosas e conta o que tem sempre à mão. “Em todas as minhas viagens, meu laptop não sai de perto.” Além de ser instrumento de pesquisa, é a forma mais garantida na hora de driblar as saudades de casa onde quer que esteja.

Mais Destinos dos famosos