Viagem

Ecoturismo

Diretor da animação "Rio", Carlos Saldanha é entusiasta de Foz do Iguaçu

Raísa Carlos de Andrade

Do UOL, no Rio de Janeiro

08/11/2014 07h00

Depois de lançar as animações “Rio”, “Rio 2” e o longa “Rio, eu Te Amo”, o diretor Carlos Saldanha abre mão da cidade maravilhosa e destaca o sul do país como uma de suas redescobertas para as férias - mais especificamente Foz do Iguaçu. “Fui com a família toda e é uma beleza natural de cair o queixo. Fiquei impressionado com a beleza e a organização de lá”, afirma.

Montagem Divulgação/Eduardo Vessoni/UOL
Carlos Saldanha, diretor da animação "Rio", e seu destino da vez, Foz do Iguaçu Imagem: Montagem Divulgação/Eduardo Vessoni/UOL

Saldanha, que trocou o calor brasileiro por Nova York em 1991, procura aproveitar as possibilidades para inserir os ares tropicais na cultura de seus quatros filhos. Durante a viagem, a família imergiu em um convívio sem frescura com a natureza. “Lá você vê borboletas e arco-íris por todos os lados, é impressionante. A diversão das crianças era correr atrás de borboleta e tirar foto de arco-íris”, conta.

A escolha do hotel foi primordial para que os dias fossem aproveitados ao máximo e por isso, a dica é o Belmond Hotel das Cataratas, o único localizado dentro do Parque Nacional de Iguaçu. Nele, não é preciso caminhar nem cinco minutos até as Cataratas. A proximidade com a atração é um enorme facilitador, sobretudo em viagens de curto tempo. “Foi bem bacana, porque você tem acesso ao parque fora do horário de funcionamento”, revela.

Os três dias que Carlos e a família passaram por lá foram divididos entre as dependências confortáveis e as opções turísticas capaz ede mostrar a força da água em outras dimensões. “Ficamos com vontade de ficar um pouquinho mais. Passeamos pelas Cataratas, fizemos o passeio de barco, passeio de helicóptero pelas cachoeiras, é maravilhoso”, garante.

Para o cineasta, o mais interessante é perceber toda a grandiosidade da natureza de dentro. “Só de você andar pelos caminhos que te levam para a Catarata final, a Garganta do Diabo, é incrível, mas acho que o passeio de barco é o mais impressionante por te levar lá no meio. Senti um pouco de medo, mas é legal demais", recomenda.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Ecoturismo

Topo