menu
Topo

Viagem

Cidade na Suíça tem esportes nas montanhas e tirolesa a mais de 80 km/h

Denise de Almeida

Do UOL, em Grindelwald (Suíça)*

17/10/2014 15h42

Com um típico e gracioso jeito alpino, Grindelwald é uma pequena cidade suíça na região de Jungfrau, no cantão de Berna. Partindo de Interlaken, trens levam cerca de meia hora até o destino.

Lá, o ponto turístico de maior sucesso é o monte First, que abriga trilhas de caminhada e mountain bike, voo de parapente, uma tirolesa superveloz, restaurante e até playground para crianças.

O bondinho que leva ao alto do First comporta até seis pessoas em cada cabine. No trajeto é possível contemplar o horizonte recortado por montanhas de diferentes formatos.  Neste cenário bucólico, a viagem até o topo, que dura 25 minutos, tem como trilha sonora natural o tilintar dos sinos de vacas que pastam por ali.

Quanto se chega ao topo, a recompensa que se tem é uma vista privilegiada dos Alpes suíços. Em pleno verão europeu, muitos dos picos ainda exibem camadas de neve, mas também dá para ver várias quedas d'água que despencam pelas pedras, graças ao degelo. O contraste disso tudo com pastos verdes e flores é a receita para criar um belo espetáculo aos olhos.

A melhor maneira de se chegar a Grindelwald é de trem. O sistema de transporte público funciona muito bem, tem vagões confortáveis e as partidas e chegadas acontecem sempre no horário previsto, seguindo a precisão pela qual os suíços são famosos. O Swiss Pass, bilhete que serve para ônibus, trens e barcos, ainda reúne vantagens e descontos.

Denise de Almeida/UOL
Imagem: Denise de Almeida/UOL

Aventura no alto
O que não falta no alto da montanha é adrenalina. Basta escolher o programa que se encaixa no seu perfil e aproveitá-lo com uma estonteante vista. Se você quer a sensação de estar voando, corra para o First Flyer, uma tirolesa que percorre 800m em uma velocidade que pode ultrapassar os 84 km/h.

A atração leva quatro pessoas de cada vez, em assentos separados, e funciona de maio a outubro, mas pode ser fechada devido a condições climáticas. Vale consultar o site do lugar, onde dá também para navegar pelas fotografias de 360º. Mas se você quiser ainda mais emoção, vale apostar nos voos de parapente e sobrevoar entre os Alpes.  

O monte First ainda é privilegiado com muita iluminação do sol. Em julho, auge do verão europeu, isso significa que mesmo ali no alto da montanha pode fazer bastante calor, mas é indispensável levar agasalhos: uma simples nuvem em frente ao sol pode lembrá-lo que o alto da Suíça é gelado. Tanto que, no inverno, a região é coberta de neve e vira um dos mais procurados pontos de esqui do país.

Outra atração natural de sucesso na região é o lago Bachalpsee. Do First, uma trilha de cerca de uma hora leva até o local, perfeito para uma bela foto.

Se você prefere um passeio educativo ou vai em família, escolha fazer a Trilha da Marmota, que acontece de junho a outubro. A rota ensina sobre os hábitos deste roedor alpino e, se você tiver sorte, consegue avistar um deles. Se nenhuma marmota real aparecer, não desanime: a trilha ainda possui marmotas entalhadas em madeira, painel para fotos e até bancos no formato do animal.

Mais informações
http://grindelwald.ch
http://www.jungfrau.ch
http://www.swisstravelsystem.com

* A jornalista viajou a convite da Jungfrau Railways e da Lindt & Sprüngli

Mais Viagem