menu
Topo

Viagem

Roteiros culturais


Conheça as belas construções e os sabores da Liubliana, na Eslovênia

Rachel B. Doyle

New York Times Syndicate

2014-04-11T20:39:13

11/04/2014 20h39

Liubliana, a maior cidade da Eslovênia, tem sua cota de praças, igrejas barrocas e castelos dramáticos no melhor estilo do Velho Mundo, mas essa capital pequenina (280 mil habitantes) também tem um cenário cultural muito rico, que já seria impressionante numa cidade com o dobro de seu tamanho. Nos últimos anos, inaugurou vários museus, instituiu um programa de aluguel de bicicletas e reformou o seu teatro de ópera, erguido na era Habsburgo. Com o país cercado por Itália, Áustria, Hungria e Croácia, a culinária nacional sofre inúmeras influências, mas os novos restaurantes da capital estão deixando as novidades de lado para apostar na criatividade na cozinha tradicional.

Ela também oferece várias facetas alternativas surpreendentes, como Metelkova City, um conjunto de clubes e galerias inaugurados dentro de um complexo de antigos prédios militares depois que a Eslovênia declarou sua independência, em 1991. Outros detalhes curiosos incluem as ruínas de um muro romano, erguido por volta do ano 15 d.C., que divide o mesmo quarteirão com prédios do período comunista e mansões art nouveau dos tempos austro-húngaros. Contrastes como esses é que dão à cidade uma personalidade única.

Sexta

16h - Arte de caserna
O novo museu da cidade transformou o quartel que já acomodou os exércitos austro-húngaro e iugoslavo, no século 19, em espaço cultural. O Museu de Arte Contemporânea Metelkova (Maistrova Ulica 3; 386-1241-6800; mg-lj.si; entrada: 5 euros), inaugurado há um ano, é especializado em arte multimídia da Europa Oriental. Assim, os visitantes podem apreciar obras como a fascinante "Looking for a Husband With EU Passport", de Tanja Ostojic, que reúne as várias respostas que a artista recebeu a um anúncio que publicou, e ver as imagens do início do cenário punk esloveno no Museu do Punk.

18h - Goulash e tortas
O excelente Gujzina (Mestni Trg 19; 386-8380-6446; prekmurska-gostilna.si), inaugurado em julho de 2012, serve pratos da Prekmurje, região próxima à Hungria e famosa por sua gastronomia. Entre as especialidades da casa estão o bograc, ensopado tradicional de carne de vaca, porco e de veado (6,50 euros), e o bujta repa, um refogado suculento de nabo em conserva e carne de porco (4,50 euros). Quem não pode parar para uma refeição muitas vezes se delicia com guloseimas como a gibanica (4,50 euros), um bolo de maçã, sementes de papoula, passas e nozes.

19h30 - Belos espetáculos
Assista a um espetáculo no Teatro Nacional esloveno, o teatro de Ópera e Ballet de Liubliana (Zupanciceva Ulica 1; 386-1241-5959; opera.si), que reabriu no fim de 2011 depois de uma reforma de 42 milhões de euros. O prédio, cheio de afrescos e querubins, é grandioso, com uma fachada renascentista rosa e inúmeras esculturas de mármore. No programa, clássicos como o balé sinfônico de Sergei Prokofiev, "Romeu e Julieta", e novidades como a ópera de Jani Golob, "Love Capital".

22h - Degustação de vinhos
Há dezenas de vinícolas artesanais na Eslovênia que produzem vinhos tão bons quanto os da vizinha Itália. Comece pelo Dvorni Bar (Dvorni Trg 2; 386-1251-1257; dvornibar.net), onde é possível provar mais de 80 rótulos por copo, como o tinto Teran, da região de Karst (2,90 euros), num salão cheio de caricaturas nas paredes e muito jazz nos alto-falantes. A aconchegante Vinoteka Movia (Mestni Trg 2; 386-1425-5448; movia.si), do outro lado do rio, fica numa parte do prédio barroco da Prefeitura e oferece vinhos da casa Movia, de 192 anos de idade.

  • Filip Horvat/The New York Times

    Há dezenas de vinícolas artesanais na Eslovênia que produzem vinhos tão bons quanto os da vizinha Itália. Comece pelo Dvorni Bar

Sábado

11h - Café e ambiente
O Kavarna Union (Miklosiceva Cesta 1; 386-1308-1270; gh-union.si), café num ambiente fin-de-siècle decorado com candelabros de cristal e retratos de aristocratas nas paredes, é uma ótima pedida para um café com bolo e ver gente. Depois, explore o cenário da moda local, começando pela Koda 386 (Tavcarjeva Ulica 4; 386-5903-3350; koda386.com), inaugurada em março, que vende roupas e acessórios de três grifes nacionais bem criativas: Nina Susnjara, M Faganel e Firma by Sanja. Ao lado, a Marjeta Groselj (Tavcarjeva Ulica 4; 386-1231-8984) que oferece bolsas estilosas e coloridas no mesmo endereço há 46 anos (entre 200 e 640 euros). Já a Akultura (Tavcarjeva Ulica 5; 386-1432-1075; akultura.si), do outro lado da rua, oferece criações em pele de carneiro, como a bela jaqueta verde oliva (295 euros).

13h - Ao mercado
Aguce o apetite com um passeio pelo Mercado Central, onde se encontra de tudo, desde abóbora até patê de carne de cavalo. Coma no Valentin (Vodnikov Trg 5; 386-5904-1111), restaurante nos fundos de uma peixaria que abriu no meio do ano passado, de mesmo nome. Com mesas de madeira, teto em abóboda de tijolo aparente e decoração náutica, serve almoço até as três da tarde. Pratos saborosos como espetinhos de peixe, robalo grelhado e lula frita saem por apenas 6 euros.

14h30 - Clima austro-húngaro
Espaçoso, verde e cheio de mansões antigas que hoje funcionam como instituições culturais, o Tivoli Park é um programa idílico fora da cidade. Confira o Museu Nacional da História Contemporânea da Eslovênia (Celovska Cesta 23; 386-1300-9610; muzej-nz.si; 3,50 euros), que fica dentro de uma mansão barroca salmão de 1755, e saiba tudo sobre os últimos momentos do império austro-húngaro; os efeitos das duas Guerras Mundiais na região; a vida na Eslovênia quando ela ainda fazia parte da Iugoslávia e veja a Declaração de Independência de 1991. Depois, conheça o projeto público "Library Under the Treetops" (knjiznicapodkrosnjami.si), que oferece cadeiras e mídia impressa em vários idiomas ao público no lago Tivoli (e na estufa de vidro durante o inverno).

18h - Bistrô no castelo
Pegue o elevador panorâmico para o Castelo de Liubliana (Grajska Planota 1; 386-1306-4293; ljubljanskigrad.si; 8 euros), complexo medieval que serviu como residência real dos Habsburgos e QG do exército de Napoleão. A maioria dos visitantes vai direto para a torre panorâmica, mas a grande atração do castelo é o restaurante Gostilna Na Gradu (386-8205-1930; nagradu.si). O bistrô é comandado por três dos principais chefs da cidade e oferece pratos tradicionais como carneiro assado com funcho (14 euros) e bolinhos de abóbora com queijo cottage defumado e sálvia (8,50 euros).

21h30 - Clubes da guarnição
Lembra dos quartéis que viraram museus? Essa é outra região, mais para o norte, onde as casernas foram tomadas por invasores que inauguraram uma dúzia de clubes, casas de concerto e galerias. Coberta de grafite e decorada com esculturas de metal, Metelkova City (Masarykova Cesta 24; metelkovamesto.org) atrai a turma de espírito livre, que circula entre as casas em ruínas, onde se ouve free jazz ou garage rock, grindcore ou electroclash. Alguns clubes, como o Gala Hala (galahala.com), cobram entrada; já em outros, como o espaço Klub Gromka (klubgromka.org), a entrada é de graça.

  • Filip Horvat/The New York Times

    Visitantes apreciam a vista do castelo, que é um complexo medieval que serviu como residência real dos Habsburgos e QG do exército de Napoleão

Domingo

10h - Ovos e medalhas
O brunch do Kavarna Rog (Petkovskovo Nabrezje 67; 386-1620-0260; kavarna-rog.si), um café com bicicletas nas paredes e ofertas tentadoras, é disputado pelos jovens da cidade. Experimente as panquecas com cereja ácida e sorvete de creme (4,10 euros) ou ovos com prosciutto e queijo Emmental (4,10) sentado nas cadeiras de bronze à volta das mesas feitas com tocos de árvores. Depois, dê uma olhada nas medalhas iugoslavas, broches, relógios antigos e retratos de Tito (entre outros itens) do agitado mercado de pulgas realizado no calçadão Cankarjevo Nabrezje todos os domingos das 8h às 14h.

13h - Sobre duas rodas
A prefeitura instaurou um programa de aluguel de bicicletas chamado Bicikelj (en.bicikelj.si; 1 euro por uma semana de inscrição; as taxas variam). Depois de se inscrever no site, pegue uma magrela num das trinta estações espalhadas pela cidade e pedale até Path of Remembrance and Comradeship, uma trilha circular de 32 km com uma história incrível. Durante a Segunda Guerra Mundial, Liubliana passou mais de três anos cercada por arame farpado, obra dos fascistas italianos que a tinham ocupado. Mais tarde, 7.400 árvores foram plantadas em seu lugar e se tornou o circuito histórico ao redor da cidade. Os mapas podem ser adquiridos no Centro de Informações Turísticas Esloveno (Krekov Trg 10; 386-1306-4576; slovenia.info). O trecho com paisagens mais bonitas vai do ponto 6 ao ponto 26.

Se você for

O estiloso Vander Urbani Resort (Krojaska Ulica 6-8; 386-1200-9000; vanderhotel.com) é um hotel boutique numa parte charmosa da Cidade Velha, com 16 quartos, piscina na cobertura, aulas de ioga e aluguel grátis de bicicletas. Diárias do quarto duplo a partir de 135 euros (cerca de US$ 170).

O histórico Hotel Slon (Slovenska Cesta 34; 386-1470-1131; hotelslon.com), que agora faz parte do grupo Best Western, tem excelente localização e oferece 168 quartos, academia 24 horas, sauna finlandesa, WiFi grátis e um bufê de café da manhã bem servido. Diárias do quarto duplo a partir de 120 euros.

Mais Roteiros culturais