O surgimento das praias de água doce em Santarém e Alter do Chão é sazonal e o período para visitá-las costuma ser entre agosto e dezembro, quando as águas dos rios locais estão mais baixas, dando origem a belas praias de areias claras e alimentadas pelo Tapajós. As ilhas da região também podem variar de tamanho ou até desaparecer de acordo com a quantidade das chuvas da temporada anterior.

Maracanã - A mais urbana e popular praia de água doce de Santarém localiza-se a 6 km da cidade e pode ser acessada por vias terrestre ou fluvial

Salvação - Vizinha à praia do Juá, essa praia pode ser acessada por vias fluviais ou por terra, desde que o visitante tenha autorização dos proprietários do terreno de acesso ao local.

Arariá - Formada pelo rio Tapajós, essa praia selvagem a noroeste de Santarém possui apenas acesso fluvial e não conta com infraestrutura para receber visitantes.

Pajuçara - É uma das praias mais populares da região e costuma ficar lotada de adolescentes nos finais de semana e feriados. O acesso por terra é feito pela Rodovia Fernando Guilhon, a caminho do aeroporto de Santarém.

Carapanari e Jutuba - Localizadas próximas a Pajuçara, essas praias não possuem estrutura básica para receber banhistas.

Ponta de Pedras - Essa é uma das praias mais tranquilas da região de Santarém. Durante o período da vazante do rio Tapajós, de agosto a dezembro, imensas pedras surgem entre as areias claras e finas dessa praia de água doce, tornando o local um dos mais belos cenários da região. Barracas costumam servir porções generosas de pratos típicos da região, como as porções de charutinho e bolinhos de piracuí. O acesso é pelas rodovias Fernando Guilhon e Everaldo Martins, de onde se pega uma via de terra batida por mais 12 km.

Alter do Chão - As mais frequentadas, nessa vila balneária a 36 km de Santarém, são as praias da Ilha do Amor e do Cajueiro, próximo ao centro da cidade. A primeira só pode ser acessada por barcos que conectam a vila a esse banco de areia que "surge" após a baixa do rio Tapajós. A viagem, realizada em pequenas canoas, não ultrapassa cinco minutos. Quiosques com comidas típicas e bebidas estão disponíveis em ambos atrativos. As praias do "litoral" mais famoso da região foram consideradas, pelo jornal britânico The Guardian, as mais belas do Brasil, em 2009. A estrutura turística da vila, como hospedagem, supera os serviços oferecidos na vizinha Santarém.

Ilha de São Miguel - Os destaques dessa ilha localizada a 42 km a nordeste da cidade são os locais de desova de tartarugas da Amazônia e a observação de aves locais. As viagens até a ilha costumam durar quatro horas em barcos a motor.

Ilha de Água Preta - Outra ilha famosa próxima à cidade é a Água Preta que, no inverno, pode ser acessada por via fluviais que cruzam o rio Amazonas. Pássaros como garças, jaçanãs e papagaios podem ser observados, além de macacos e jacarés. O local se localiza ao norte de Santarém, a 27 km.

Dicas de quem já foi

Atrações

Cursos Online
UOL Cursos Online

UOL Cursos Online

Todos os cursos