Não precisa sair da cama cedo: os dias de turista em Porto Alegre costumam ser longos, considerando a vasta oferta de museus e centros culturais para percorrer nas manhãs e tardes e as noites preenchidas por shows e baladas.

No Centro Histórico, ficam próximos alguns ícones da cidade, como a Casa de Cultura Mario Quintana, o Museu de Artes do Rio Grande do Sul, o Santander Cultural e o Mercado Público. Dali, partindo da Praça da Alfândega, vale a pena caminhar pela rua dos Andradas até a Usina do Gasômetro e enxergar, enfim, a vastidão do lago Guaíba em seus tons reluzentes de final de tarde. A mesma orla do Guaíba leva à Fundação Iberê Camargo e ao BarraShopping Sul, de ônibus, lotação ou táxi.

Se houver tempo para apenas dois parques, escolha o Parcão, no Moinhos de Vento, vizinho de lojas e restaurantes sofisticados, e o Parque da Redenção, uma bonita área arborizada, com lago, monumentos e orquidário, que separa os bairros Bom Fim e Cidade Baixa. Aos sábados pela manhã, funciona ali uma concorrida feira de produtos orgânicos, já com décadas de existência. Aos domingos, o túnel verde da rua José Bonifácio fica ocupado por centenas de barracas de artistas, artesãos e colecionadores de antiguidades. Na Cidade Baixa, o bairro boêmio, as casas com música ao vivo espicham o prazer das noites frias.

Uma atração distante do Centro que faz valer a viagem é o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, no bairro Partenon, com acesso fácil por meio de ônibus ou lotação. Para distâncias maiores, como a praia de Ipanema e a verdejante Zona Sul, zona rural no meio da metrópole, aproveite a comodidade dos roteiros da Linha Turismo, o ônibus especial de dois andares. 

Conheça as atrações

Dicas de quem já foi

Cursos Online
UOL Cursos Online

UOL Cursos Online

Todos os cursos