Diante da imensidão do Rio Negro que contorna a cidade, Manaus tem nos peixes os principais destaques dos seus cardápios, unidos à grande variedade de derivados da mandioca que completam os ingredientes dos pratos regionais, com herança indígena. A farinha de uarini (amarelada, com grãos que parecem ovas) e o tucupi (caldo picante extraído da mandioca brava) estão presentes em diversas receitas, desde as típicas até as adaptações sofisticadas.

Tucunaré, pirarucu e o tambaqui estrelam os menus da cidade. E, uma vez em Manaus, não deixe de curti-los à beira do rio, nos restaurantes flutuantes do igarapé Tarumã, um braço do Rio Negro. É possível chegar à maioria deles de carro, por meio de saídas a partir da Avenida do Turismo, como o Flutuante da Tia, um dos primeiros da cidade, e o recém-inaugurado Sedutor. Em outros como Peixe-Boi e Doró, alguns dos mais famosos, é preciso ir de barco.

Em terra, no renomado restaurante Banzeiro, o carro-chefe é a costela de tambaqui, tradicional corte do peixe. E camarões empanados na farinha de uarini são um charme de entrada. Já recém-aberta casa Fish Maria Amazônia oferece a versão do tucunaré preparado à escabeche, além de toda semana apresentar uma receita inédita.

Quem deseja experimentar o peixe na brasa, do jeito que os manauaras gostam, pode buscar as peixarias mais tradicionais. Algumas ficam em instalações simples, mas vivem lotadas pelo público local, como Canto da Peixada, Peixaria Bom Gosto e a Panela Cheia, que funciona dentro da casa do dono, há mais de 20 anos, onde o diferencial é oferecer peixes tirados do rio e não criados em viveiro, como a maioria dos servidos em Manaus.

Outro prato imperdível para quem vai a Manaus é  pato no tucupi com folha de jambu. Este é um dos atrativos do restaurante Choupana. O tacacá (ensopado de camarões no jambu, no tucupi) é o chamariz da Gisela. Aos que querem experimentar de tudo um pouco, o restaurante Lenhador tem um sofisticado bufê self-service de culinária regional, com pratos preparados até com carne de jacaré e tartaruga.

Por região, Manaus tem duas áreas de concentração de restaurantes fora do centro. Em Adrianópolis há restaurantes renomados e a Avenida do Turismo (perto da praia de Ponta Negra) é um corredor de restaurantes, bares e casas noturnas movimentado.

Dicas de quem já foi

Cursos Online
UOL Cursos Online

UOL Cursos Online

Todos os cursos