Boa parte das atrações turísticas de Belém fica próxima aos bairros históricos de Cidade Velha e de Campina, então circular a pé por esta região é uma boa pedida para quem gosta de construções antigas e arquitetura, além de uma forma de conhecer melhor a cidade.

Belém não é, no entanto, uma cidade pequena. Para chegar a atrações mais distantes, uma maneira de se locomover na capital paraense é alugando um carro --quando é possível usá-lo, claro, já que para alguns pontos deve-se ir de barco. Há locadoras espalhadas pela cidade, especialmente entre os bairros de Reduto, Umarizal e Fátima, na região central.

Embora não haja metrô, há diversas linhas de ônibus e microônibus circulando pela região metropolitana de Belém. O serviço de táxi também é uma opção aos viajantes, contando com mais de 5 mil veículos distribuídos em pontos localizados nos principais bairros da cidade.

Como chegar

De carro
Belém não está situada exatamente na costa brasileira, isto é, não está inserida dentro das radiais BR-116 ou BR-101, artérias que ligam a maioria das capitais banhadas pelas águas do Atlântico. A capital paraense, no entanto, é ponto de partida de duas importantes rodovias federais: a BR-316 e a BR-010, que conectam uma parte da região Norte ao resto do país. A primeira começa em Belém e termina em Maceió, capital de Alagoas, passando pelo Maranhão e por todo o sertão nordestino. A segunda, conhecida como rodovia Brasília-Belém, sai da capital do Brasil até Belém, ligando o centro do país à região Norte. Mesmo assim, a melhor forma de chegar até ela é por avião, principalmente se você vem de outras regiões do Brasil.

Avião
O aeroporto da capital de Belém foi reformado em 2001 e possui toda uma arquitetura pensada para aproveitar a luz natural. Chega a receber 2,7 milhões de passageiros por ano. No entanto, fica mais ou menos a 12 km tanto do Mercado Ver-o-Peso, no Centro Histórico, como a 11 km da Basílica de Nazaré, bairro nobre homônimo em Belém. Dessa forma, para chegar até a cidade propriamente dita, o turista pode fazer uso de ônibus ou táxi.

Há diversas linhas de ônibus que passam pelo aeroporto. Na maioria dessas linhas, porém, o passageiro terá que fazer uma baldeação na conhecida Estação do Marex para pegar outro ônibus, a não ser que ele escolha as linhas 634 - E Marex/Arsenal ou 638 - Pratinha/Pres. Vargas. A primeira vai pela orla de Belém, contornando a baía do Guajará, passando pelos armazéns do porto e indo até o Mercado Ver-o-Peso (é necessário reparar se no pára-brisas há a placa escrito "centro"). A segunda linha passa por importantes logradouros na parte leste da cidade, como as avenidas Governador José Malcher e a Presidente Vargas.

Caso o viajante prefira sair do aeroporto de táxi, ele pode solicitar um rádio-táxi ou pegar táxis credenciados pela Infraero. Há vans como transporte nos arredores do aeroporto, mas não são aconselháveis, já que o serviço não é regulamentado pelo poder público.

Aeroporto Internacional de Belém
Av. Júlio César, s/n°, Val de Cans
Tel: (91) 3210-6000
www.infraero.gov.br/aero_prev_home.php?ai=68

Ônibus
O Terminal Rodoviário de Belém recebe diariamente ônibus de diversas capitais do país. As principais empresas que fazem o transporte são a Transbrasiliana e a Itapemirim.

Terminal Rodoviário de Belém
Praça do Operário, s/nº
Tel: (91) 3266-2625

Qual a melhor época para ir?

Anualmente, entre agosto e outubro, a capital paraense recebe dois eventos importantes: o Festival de Ópera do Theatro da Paz e o Círio de Nazaré, maior festa religiosa do Brasil. Fora dessa época, a cidade continua a atrair turistas com atrações como parques de ecoturismo, gastronomia renomada e construções históricas.

Cidade com calor intenso o ano todo, entre abril e outubro Belém tem período mais seco, e entre novembro e maio ocorre a época de chuvas.

Informações úteis

Sites oficiais
Site da Prefeitura de Belém: http://www.belem.pa.gov.br
Site da festa Círio de Nazaré: http://www.ciriodenazare.com.br
Site oficial de turismo do Estado do Pará: http://www.paraturismo.pa.gov.br

Fuso horário: equivalente ao horário de Brasília (exceto no horário de verão, quando fica uma hora atrasado).

DDD: 91

Informações turísticas
Existem quatro postos de informações ativos espalhados em áreas comercias e turísticas da capital paraense, a saber: Estação das Docas, Forte do Castelo, Praça Princesa Isabel e na Avenida Presidente Vargas, uma das principais vias da cidade.

Telefones úteis
Atendimento à Mulher: 180
Disque Denúncia: 181
Fale com a Guarda: 153 / 190
Ouvidoria Geral: 3246-5005

Tomadas/energia elétrica: 110V

O que não pode faltar na minha bagagem? 
Por conta do clima equatorial, quente e úmido, vale a pena levar roupas leves e um guarda-chuva, ou capa impermeável, na mala de viagem. É imprescindível incluir repelente na bagagem.

Dicas de quem já foi

Atrações

Cursos Online
UOL Cursos Online

ECOTURISMO

UOL Cursos Online

Todos os cursos