Cultura

Pucara de Tilcara

Favoritar

Já esteve neste lugar? Avalie e envie sua dica

Eduardo Vessoni/UOL

As ruínas reconstruídas desse pucara (fortaleza, na língua quéchua) são do período anterior à chegada dos espanhóis na região e sua vista panorâmica permitiu, entre os anos 1000 e 1480 d.C., que os tilcaras pudessem avistar, de longe, invasões inimigas. A população local, formada por pastores e agricultores, vivia em casas com paredes de pedras e telhados de palha e barro interconectados por pequenos caminhos. Os trabalhos no local, encabeçados pelos arqueólogos J.B. Ambrosetti e S. Debenedetti, foram fundamentais para a reconstrução do setor de moradias da fortaleza, currais destinados à criação de lhamas, um setor de cultos religiosos e um necrotério. Observe que as casas localizadas nos níveis mais altos do pucara são maiores, pois eram destinadas aos chefes e religiosos da comunidade. É só no topo dessa fortaleza, declarada Monumento Nacional, que o visitante tem a real noção do tamanho da Quebrada de Humahuaca. 

Dicas de quem já foi

Atrações

Cursos Online
UOL Cursos Online

UOL Cursos Online

Todos os cursos