Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Enquete
  • link: http://viagem.uol.com.br/guia/alemanha/berlim/roteiros/comidas-tours-e-exposicoes-em-berlim-revivem-epoca-da-alemanha-comunista/imagens/index.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110610213816
Fotos
Lançado em março de 2013, o Pink Pillow é um programa que reúne 52 hotéis com serviços voltados para hóspedes gays, em Berlim, capital da Alemanha visitBerlin/Mathesius

Mais
Vista interna do Schwules Museum, museu de Berlim considerado um dos maiores acervos mundiais sobre a história e a cultura das comunidades LGBT. Com exposições permanentes compostas por quadros e fotografias, o local aborda as transformações em diversas cidades do mundo ao longo da história visitBerlin/Mathesius

Mais
A parada gay de Berlim é conhecida como Christopher Street Day e acontece nas ruas da capital alemã no final de junho, desde 1979 visitBerlin/Scholvien

Mais
história gay de Berlim começou em 1897 quando o pioneiro Magnus Hirschfeld fundou na cidade a primeira organização de defesa dos direitos de gays e lésbicas, conhecida como Comitê Científico Humanitário, para combater as duras regras do famoso parágrafo 175 da lei alemã que criminalizava as relações entre pessoas do mesmo sexo visitBerlin/Scholvien

Mais
Fachada do Schwules Museum, museu de Berlim considerado um dos maiores acervos mundiais sobre a história e a cultura das comunidades LGBT Eduardo Vessoni/UOL

Mais
Historicamente conhecido como a meca gay de Berlim, o bairro de Schöneberg, em Berlim, abriga endereços gays clássicos como a residência de Christopher Isherwood e o antigo teatro Eldorado (na foto) onde se apresentaram símbolos da cena gay mundial como Marlene Dietrich e Claire Waldoff em um local que hoje funciona como um mercado de comida orgânica Eduardo Vessoni/UOL

Mais
Vista da estação de metrô Nollendorfplatz, no bairro de Schöneberg, um dos endereços gays de Berlim, capital da Alemanha Eduardo Vessoni/UOL

Mais
Schöneberg é um dos bairros com programação voltada para o público gay que visita Berlim, capital da Alemanha. Na foto, vitrine de um antiquário da região Eduardo Vessoni/UOL

Mais
Declarada, historicamente, a meca gay de Berlim, a região de Schöneberg começou a ficar conhecida, já nos anos 20, como um bairro exclusivo de artistas. Atualmente, bares e restaurantes, exclusivamente, são as opções de entretenimento do bairro Eduardo Vessoni/UOL

Mais
Interior do Dietrich's Bar, um dos mais novos bares gays de Berlim, capital da Alemanha Eduardo Vessoni/UOL

Mais
Mais álbuns de Destinos Internacionais x

Página: Para cervejeiros: seis locais para beber artesanais na capital alemã, Berlim para comilões: cidade tem opções deliciosas para todos os bolsos, Pedro Neschling enumera dicas para dias de sol e de neve em Berlim, Comidas, tours e exposições em Berlim revivem época da Alemanha comunista, Gosta de cerveja? Saiba onde beber uma boa gelada em Berlim, na Alemanha, Inovadora e boêmia, Berlim revitaliza prédios com cafés, bares e galerias, Jardim Botânico (Botanischer Garten), Jardim Zoológico (Zoologischer Garten), Tiergarten, Escritórios da GSW, Quartier 207 , Linkstarße 4, Potsdamer Platz 1, Sede da DaimlerChrysler, Sony Center, Embaixadas dos países nórdicos, Torre de TV (Berliner Fernsehturm), Portão de Brandemburgo (Brandenburger Tor), Nikolaiviertel, Checkpoint Charlie, Mühlenstraße, Reichstag, Nova Sinagoga - Centro Judaico (Stiftung Neue Synagoge Berlim - Centrum Judaicum), Marienkirche, Gemäldegalerie, Nova Galeria Nacional (Neue Nationalgalerie), Deutsches Historisches Museum, Museu Judaico (Jüedisches Museum), Ilha dos Museus (Museumsinsel), Berlim - O que fazer

Últimos álbuns de Viagem

UOL Cursos Online

Todos os cursos