Divulgação
Vista aérea do Boardwalk Complex Divulgação

Pouco conhecida, Port Elizabeth tem praias deslumbrantes e traços da colonização inglesa

Com 40 km de praias e mais de 300 dias ensolarados por ano, Port Elizabeth é uma descoberta única no coração da África do Sul. Banhada pelo oceano Índico, a cidade é a segunda mais antiga e a quarta maior do país, com atributos e atrações suficientes para agradar até o mais exigente dos visitantes. Fundada em 1820 pelos primeiros colonos ingleses a habitar o continente africano e orgulhosa por sua fama de "Cidade Amigável", P.E., como é chamada por seus simpáticos moradores, é, há muito tempo, uma das principais mecas turísticas dos sul-africanos, mas um paraíso ainda pouco conhecido pelos viajantes brasileiros.
 
Port Elizabeth é a principal cidade da região metropolitana de Nelson Mandela Bay, área turística que abrange, ainda, as cidades de Uitenhage e Despatch, totalizando um milhão e meio de habitantes. Situada às margens da Baía de Algoa, na província de Eastern Cape, a cidade é o ponto de chegada para quem segue a mundialmente famosa Rota Jardim, o roteiro cênico que percorre a estrada litorânea N2 desde a Cidade do Cabo, distante cerca de 800 km. É, sem dúvida, o melhor lugar da rota para aproveitar a natureza sul-africana, uma vez que, só na província em que está situada, podem ser encontrados seis dos sete principais biomas do país, com uma incrível variedade de vegetação e vida selvagem.
 
Contribui para a fama da cidade o fato de as águas mornas do oceano Índico propiciarem um clima moderado o ano todo. Seu litoral é rico em praias de areias douradas cercadas por recifes. A riqueza natural de Port Elizabeth, no entanto, não se limita às praias: a cidade conta com dois parques urbanos ricos em espécies variadas da fauna e da flora sul-africana. 
 
Quem gosta de história também terá muito o que fazer em P.E.. A começar pela Historic Donkin Heritage Trail, uma trilha que passa por 47 pontos significativos da história da cidade, ao longo de cinco quilômetros em sua região central, remontando os passos dos colonos que lá se estabeleceram no século 19. Outra grande atração é o Red Location Museum, construído na favela de New Brighton como símbolo do combate ao apartheid. E não deixe de reservar um tempo para andar a esmo pelo centro da cidade, admirando as construções em estilo vitoriano, art nouveau e art déco, que ilustram o desenvolvimento do local até os edifícios modernos de hoje. É lá, inclusive, que, de acordo com órgãos turísticos da região, está localizado o maior número de construções em estilo art déco da África.
 
Toda essa rica herança histórica se mistura harmoniosamente à modernidade e ao rápido desenvolvimento da cidade, que abriga um dos portos mais importantes do país, graças à sua proximidade de regiões altamente industrializadas. A intensa atividade econômica levou à construção de áreas bastante modernas e sofisticadas, como o Boardwalk Complex, uma espécie de shopping aberto à beira-mar onde é possível fazer compras em diversas lojas, ir ao cinema, tentar a sorte no cassino ou almoçar em restaurantes que oferecem comidas para todos os gostos e contas bancárias.
 
A qualidade da infra-estrutura e a receptividade dos habitantes garantem a tranquilidade do turista que deseja explorar e conhecer a fundo a região, podendo para isso hospedar-se desde em albergues baratos a hotéis mais luxuosos -- as opções em Port Elizabeth são variadas. A construção do Nelson Mandela Bay Stadium, que abrigou vários jogos da Copa do Mundo de Futebol em 2010, é um exemplo concreto dos esforços do governo em modernizar Port Elizabeth e transformá-la, cada vez mais, em um centro turístico e esportivo mundialmente famoso. 
 

Atrações em destaque

Dicas de quem já foi

Cursos Online
UOL Cursos Online

Calendário de eventos

mar

Festival do Figo da Índia

Milhares de turistas visitam a cidade para prestigiar o festival do figo da Índia, fruta típica que cresce de cactos, também conhecida como figo do diabo ou piteira.

abr

Iron Man

Port Elizabeth também recebe eventos esportivos. No mês de abril, o público acompanha a etapa do Iron Man da África do Sul. As provas de resistência dividem espaço com festival de macarrão, dançarinos e músicos que se apresentam no local.

UOL Cursos Online

Todos os cursos