UOL Viagem

Isabella Taviani

Cantora voa com Joss Stone e descansa ao som de Clara Nunes

da Redação

Divulgação

Isabella Taviani é amante do rádio e da boa MPB

A cantora Isabella Taviani, que acaba de lançar o CD "Diga Sim", que traz, entre outras, a faixa "Luxúria", sucesso na trilha sonora da novela global "Sete Pecados", mostra bastante ecletismo nas escolhas das suas músicas de viagem. Cita muita MPB, mas, entre uma música popular brasileira e outra, revela algumas surpresas.

Amante do velho e bom rádio, como ela mesma se define, Isabella Taviani só dá espaço para o CD quando não consegue mais sintonizar o dial na estrada. "Mas, independente de tudo, prezo muito a qualidade da equalização do som do meu carro", avisa.

Quando está voando, a cantora ataca de iPod, que carrega com sons brasileiros, como Maria Bethânia, Caetano, Paulinho Moska e Jay Vaquer ("adoro as produções e arranjos, além das excelentes canções do Jay"), e destaques internacionais, como o grupo espanhol Ketama, a cantora Joss Stone, um pouco de Beck e até k.d. lang ("sempre admirando aquela voz ímpar").

Se o assunto é descanso, Isabella costuma viajar para Serra e, nesse caso, gosta de levar a tiracolo as músicas de Alcione, Cássia Eller, Clara Nunes ("uma das vozes mais lindas que existiu neste Brasil"), Jorge Vercilo e Adriana Calcanhoto. "Quase sempre MPB mesmo", carimba. "Já se a viagem for a dois, o repertório muda, é claro! Na estrada, rola Jack Johnson, Corine Rae, Amy Winehouse, Stevie Wonder, Gotan Project e Brazilian Girls", entrega Isabella.

Quando questionada se tem alguma música que tenha marcado uma viagem, a cantora não hesita e logo cita Alejandro Sanz e a música "Corazón Partio". "Foi em uma viagem de carro para Búzios. Nossa, nós cantávamos aos berros na estrada e durante todo o tempo que passamos na cidade. É uma música que, em qualquer lugar que eu escute, vai me lembrar daquela viagem."

Isabela conta ainda que ama dirigir: "Sinto um prazer imenso em pegar meu carro e sair por aí. Muitas vezes sem nem saber ao certo para onde vou. Nessas horas gosto que a música me ajude a acelerar. Escolho ritmos mais dançantes que me tragam a sensação de liberdade, 'easy rider' mesmo! Falando nisso, uma das músicas que ouvi muito nessas horas era uma da Zélia Duncan e C. Oyens, 'O Lado Bom'".
Cantora voa com Joss Stone e descansa ao som de Clara Nunes