UOL Viagem

Supla

Músico escolhe Blondie, David Bowie e Vinicius de Moraes para sua trilha

Da Redação

João Sal/Folha Imagem

Supla na festa de 18 anos do programa Metrópolis

"Eu prefiro ir sozinho", confessa o roqueiro Supla quando fala sobre seus hábitos de viagem. "É o jeito mais legal de conhecer um lugar e sua cultura", completa o músico, que conversou com o UOL Viagem sobre o que gosta de ouvir quando está na estrada.

O cantor falou sobre uma de suas melhores férias, no Havaí, quando tinha 16 anos. "Eu passei direto no colégio e, por isso, ganhei de minha mãe uma passagem aérea e uma grana do meu avô. Foi uma viagem incrível: saí com uma loira fantástica, tomei LSD e me diverti muito", lembra Supla, que é filho de Marta Suplicy, ex-prefeita de São Paulo.

"Mas não é sempre que tudo dá certo numa viagem. Em 1982, fui com um time de futebol disputar o campeonato mundial de juniores. Chegamos até a final, mas perdemos para uns caras grandes da Nigéria. Na volta, o responsável pelo time perdeu os passaportes de todo mundo. Foi a maior roubada", confessa o cantor.

Para Supla, uma das maneiras mais bacanas de escutar música em viagens é assistir a shows. "Foi graças a um show de David Bowie que eu vi em Hamburgo, em 1983, que resolvi pintar meu cabelo de branco", revela.

Quando é para ouvir música no tocador de MP3, o roqueiro surpreende e coloca em sua seleção "Tomara", de Vinicius de Moraes, e "Construção", de Chico Buarque. Mas o rock também tem vez: fazem parte da lista "White Riot", do The Clash; "One Way or Another", do grupo Blondie; e "Let's Dance", de David Bowie.

Veja a lista completa ao lado.
Músico escolhe Blondie, David Bowie e Vinicius de Moraes para sua trilha