Informações sobre o álbums
  • editoria:Outros
  • galeria: Laguna Cejar no Atacama é destino ideal para visitar de bicicleta
  • link: http://viagem.uol.com.br/album/lagunacejar_album.htm
  • totalImagens: 32
  • fotoInicial: 31
  • imagePath: http://v.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130730131104
    • Turismo de Aventura [58829];
    • Dicas de viagem [49119];
    • São Pedro de Atacama [59458]; Laguna Cejar [59858]; Atacama [31940]; Chile [5721];
Fotos
Início do percurso de 18 km de bicicleta, do centro de San Pedro de Atacama até a Laguna Cejar Débora Costa e Silva/UOL Mais
Paisagem do percurso de bicicleta até a Laguna Cejar, no Atacama, no Chile Débora Costa e Silva/UOL Mais
Trecho asfaltado do caminho que leva até a Laguna Cejar, no Atacama Débora Costa e Silva/UOL Mais
Os 18 km são percorridos em relevo plano e boa parte do trajeto é feita sobre uma estrada de terra com um pouco de pedregulho, mas nada que comprometa o passeio ou apresente perigo Débora Costa e Silva/UOL Mais
As paisagens do percurso não são muito diversificadas, mas há o imponente vulcão Lincancabur como cenário fixo do passeio Débora Costa e Silva/UOL Mais
Diferente dos destinos em que o acesso é feito de carro, ir até a Laguna Cejar de bicicleta dá para sentir melhor a distância do local e a sensação de estar no deserto é mais intensa Débora Costa e Silva/UOL Mais
As sinalizações dos quilômetros na estrada que liga o centro de San Pedro do Atacama ao sul da região são feitas em pedras Débora Costa e Silva/UOL Mais
O começo da pedalada é tranqüilo, o corpo esquenta aos poucos e o fôlego está no auge. Mas passados os primeiros dez minutos do passeio até a Laguna Cejar, você já sente um pouco de falta de ar - se não pela falta de preparo físico, pelo menos por conta da altitude do local, que é de 2.300 metros Débora Costa e Silva/UOL Mais
Há duas pausas feitas ao longo do caminho até a Laguna Cejar debaixo de árvores para descansar do sol Débora Costa e Silva/UOL Mais
Há duas pausas feitas ao longo do caminho até a Laguna Cejar debaixo de árvores para descansar do sol Débora Costa e Silva/UOL Mais
Durante as paradas, o guia turístico fala sobre a vegetação típica da região. Na foto, um fruto do chañar, vegetação típica de regiões áridas como o Atacama Débora Costa e Silva/UOL Mais
Durante as paradas, o guia turístico fala sobre a vegetação típica da região. Na foto, um fruto do chañar, vegetação típica de regiões áridas como o Atacama Débora Costa e Silva/UOL Mais
Os 18 km são percorridos em relevo plano e boa parte do trajeto é feita sobre uma estrada de terra com um pouco de pedregulho, mas nada que comprometa o passeio ou apresente perigo Débora Costa e Silva/UOL Mais
Os 18 km são percorridos em relevo plano e boa parte do trajeto é feita sobre uma estrada de terra com um pouco de pedregulho, mas nada que comprometa o passeio ou apresente perigo (apesar de que mesmo o mais experiente dos guias turísticos pode ter o azar de ter o seu pneu furado por uma das pedrinhas) Débora Costa e Silva/UOL Mais
Paisagem que acompanha os ciclistas no percurso até a Laguna Cejar, no Atacama Débora Costa e Silva/UOL Mais
Placa indicando o caminho até a Laguna Cejar. Quem for por conta própria pode alugar bicicletas e comprar um mapa, mas o caminho é bem sinalizado Débora Costa e Silva/UOL Mais
Enquanto um grupo de ciclistas descansa sob a sombra de uma árvore, outro grupo passa pelo local Débora Costa e Silva/UOL Mais
Grupo de ciclistas aproveita para tomar água e descansar na sombra para continuar o passeio até a Laguna Cejar, no Atacama Débora Costa e Silva/UOL Mais
Para quem contrata o serviço com guias turísticos, a vantagem é que geralmente oferecem carros para acompanhar o grupo para dar qualquer assistência que for necessária durante o passeio, desde trocar um pneu furado até dar carona para algum turista que desistiu do percurso Débora Costa e Silva/UOL Mais
A Laguna Cejar surge no horizonte como o típico clichê de oásis Débora Costa e Silva/UOL Mais
Vista do vulcão Lincancabur acompanha o turista durante todo o trajeto até a Laguna Cejar, no Atacama Débora Costa e Silva/UOL Mais
Em meio à paisagem seca, variando entre as cores bege e marrom, aparece a lagoa Cejar azulada e de margens brancas, formadas por camadas grossas de sal cristalizado Débora Costa e Silva/UOL Mais
É importante levar um par de chinelos na mochila (além do traje de banho) para não pisar nas margens, pois a superfície salina da lagoa é bem afiada Débora Costa e Silva/UOL Mais
A concentração de sal nestas lagoas é tão grande que os corpos não afundam. Quem entra ali flutua como no Mar Morto Débora Costa e Silva/UOL Mais
As margens da lagoa Cejar são brancas, formadas por camadas grossas de sal cristalizado Débora Costa e Silva/UOL Mais
Detalhe da borda da lagoa Cejar, que é formada por camada grossa de sal cristalizado, com pontas afiadas Débora Costa e Silva/UOL Mais
Dos pontos turísticos do Atacama, a Laguna Cejar é a que mais combina com ciclismo. Além de ser próximo do centro, o destino final compensa todo o esforço físico de pedalar por uma hora e meia sob o sol do deserto: uma lagoa azul esverdeada de água límpida e refrescante para mergulhar Débora Costa e Silva/UOL Mais
Para o mergulho, deve-se entrar de costas, devagar, abrir os braços e boiar. Você pode até relutar e tentar empurrar as pernas no sentido vertical, mas a pressão é forte e o jeito é se deixar flutuar e relaxar Débora Costa e Silva/UOL Mais
Reflexo do céu e das nuvens na lagoa Cejar, no Atacama, no Chile Débora Costa e Silva/UOL Mais
Em meio à paisagem seca, variando entre as cores bege e marrom, aparece a lagoa Cejar azulada e de margens brancas, formadas por camadas grossas de sal cristalizado Débora Costa e Silva/UOL Mais
A concentração de sal nestas lagoas é tão grande que os corpos não afundam. Quem entra ali flutua como no Mar Morto. O banho não é permitido na lagoa principal, e sim nas duas outras formações menores nas proximidades Débora Costa e Silva/UOL Mais
Família se refresca na Laguna Cejar, onde a concentração de sal é tão grande que os corpos não afundam Alcy Vilas Boas Jr./Arquivo Pessoal Mais

Laguna Cejar no Atacama é destino ideal para visitar de bicicleta

Mais álbuns de UOL Viagem x

Veja mais: SOBRE O PASSEIO DE BIKE , GUIA DO ATACAMA , TOUR PELOS PONTOS TURÍSTICOS DO DESERTO

Últimos álbuns de Viagem

UOL Cursos Online

Todos os cursos