Informações sobre o álbums
  • editoria:Internacionais
  • galeria: Ilha de Gorgona
  • link: http://viagem.uol.com.br/album/ilhagorgona_album.htm
  • totalImagens: 31
  • fotoInicial: 31
  • imagePath: http://v.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130729100343
    • ecoturismo [34097];
    • Esporte [12810]; aventura [21795];
    • Colômbia [5742]; Ilha de Gorgona [58858];
Fotos
Os macacos prego de cara branca são, facilmente, vistos nas caminhadas pelas trilhas de Gorgona e no único hotel da ilha colombiana Eduardo Vessoni/UOL Mais
O rio Guapi, que desemboca no Oceano Pacífico, é a porta de entrada para o Parque Nacional Natural Gorgona, na Colômbia Eduardo Vessoni/UOL Mais
Casas ribeirinhas de Guapi, cidade que leva o mesmo nome do principal rio local e que só pode ser acessada por via aérea ou marítima Eduardo Vessoni/UOL Mais
As antigas casas dos funcionários da prisão de Gorgona, no Pacífico colombiano, foram transformadas em quartos simples que hospedam os viajantes que desembarcam nessa ilha considerada Parque Nacional Natural desde 1984 Eduardo Vessoni/UOL Mais
As antigas construções que serviram como abrigos e escritórios para os funcionários da penitenciária de Gorgona servem, atualmente, como acomodações para os visitantes Eduardo Vessoni/UOL Mais
Devido a sua biodiversidade, Gorgona é explorada para fins turísticos e investigações ambientais, na região do Pacífico da Colômbia Eduardo Vessoni/UOL Mais
Visitante observa a beleza das águas claras de uma das praias de Gorgona, cujo cenário serve para o acasalamento e criação de baleias jubarte, entre os meses de julho e setembro Eduardo Vessoni/UOL Mais
Em Gorgona, ilha próxima ao sul colombiano, é possível realizar passeios de uma hora de duração para visita a áreas isoladas da região Eduardo Vessoni/UOL Mais
O musgo vai tomando conta dos pavilhões desativados da antiga penitenciária, que funcionou em Gorgona entre 1959 e 1983 Eduardo Vessoni/UOL Mais
Um forno era utilizado para a preparação dos 2.500 pães, servidos diariamente, na Penitenciária de Gorgona. Para manter suas chamas acesas eram utilizadas entre 10 e 18 toneladas de madeira, semanalmente. Hoje, está coberto pela vegetação Eduardo Vessoni/UOL Mais
Antigo refeitório utilizado pelos detentos de Gorgona, cuja dieta consistia de arroz, batata e ovos. Os presos comiam carne apenas uma vez por ano Eduardo Vessoni/UOL Mais
A antiga penitenciária de Gorgona contava com 180 camarotes de dois ou três andares, divididos em 6 pavilhões. Atualmente, a natureza está se encarregando de apagar a triste história do local Eduardo Vessoni/UOL Mais
Dependendo da falta cometida, os presos podiam passar até dois meses na solitária da antiga penitenciária de Gorgona, uma prisão de segurança máxima, no Pacífico colombiano, que foi transformada em um belo Parque Nacional Eduardo Vessoni/UOL Mais
As paredes originais dos banheiros da penitenciária de Gorgona foram rebaixadas para que os guardas pudessem vigiar os presos. Atualmente, a ilha é um Parque Nacional destinado ao turismo e às pesquisas científicas Eduardo Vessoni/UOL Mais
Visitantes caminham pela trilha Playa Palmera, em Gorgona, um passeio com extensão de 5 km que os leva a lugares como as praias Azufrada e Piedra Redonda Eduardo Vessoni/UOL Mais
<i>Antorcha</i> ou <i>Bastón de Emperador</i> é uma das espécies da flora de Gorgona que podem ser apreciadas durante as caminhadas Eduardo Vessoni/UOL Mais
O rio Guapi, que desemboca no oceano Pacífico, é o caminho de entrada do turista que deseja conhecer Gorgona, na Colômbia Eduardo Vessoni/UOL Mais
Vista de uma das praias selvagens que podem ser visitadas na Ilha Gorgona, no Pacífico colombiano Eduardo Vessoni/UOL Mais
A geografia selvagem que um dia serviu como barreira natural para os detentos de Gorgona é, atualmente, uma opção de ecoturismo, a apenas 36 km da costa colombiana Eduardo Vessoni/UOL Mais
Gorgona é um dos pontos de mergulho mais famosos da Colômbia e está localizada em um corredor natural protegido que vai de Galápagos, arquipélago do Equador, até a Costa Rica, na América Central Eduardo Vessoni/UOL Mais
Localizada a apenas 36 km do continente, Gorgona tem acesso controlado e só pode ser visitada com autorização da atual empresa que detém a concessão de uso da ilha Eduardo Vessoni/UOL Mais
Trilhas, mergulho e avistamento de animais marinhos são algumas das opções de ecoturismo que o Parque Nacional Natural Gorgona oferece aos visitantes, na Colômbia Eduardo Vessoni/UOL Mais
Visitante caminha por praia selvagem de Gorgona, no Pacífico colombiano Eduardo Vessoni/UOL Mais
A Playa Blanca pode ser acessada através de uma trilha de 5 km e tem vista para a ilha de Gorgonilla, cujo desembarque é proibido Eduardo Vessoni/UOL Mais
Gorgona, ilha localizada no Pacífico colombiano, é uma área protegida com 62 mil hectares em que apenas 3% se localizam em terra firme Eduardo Vessoni/UOL Mais
Vista de uma das ilhotas que podem ser observadas durante passeio pelo Parque Nacional Natural Gorgona, na Colômbia Eduardo Vessoni/UOL Mais
Entre julho e setembro, o visitante pode avistar baleias jubarte que procuram a região para o acasalamento e criação de seus filhotes, no Pacífico colombiano Eduardo Vessoni/UOL Mais
A principal atração de Gorgona são as baleias do tipo jubarte que costumam frequentar essa área protegida, entre julho e setembro Eduardo Vessoni/UOL Mais
A Casa Museo Payán é a construção mais antiga de Gorgona e, atualmente, abriga um pequeno museu com parte da história da famosa prisão que funcionou na ilha, entre 1959 e 1983 Eduardo Vessoni/UOL Mais
Detalhe de sino exposto na Casa Museo Payán, um dos atrativos históricos da ilha Gorgona, na Colômbia Eduardo Vessoni/UOL Mais
Animais selvagens, como o macaco prego de cara branca, podem ser observados durante visita à ilha Gorgona, na Colômbia Eduardo Vessoni/UOL Mais

Ilha de Gorgona

Mais álbuns de UOL Viagem x

Veja mais: SOBRE A ILHA DE GORGONA , GUIA DE BOGOTÁ , GUIA DE CARTAGENA

Últimos álbuns de Viagem

UOL Cursos Online

Todos os cursos