Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://viagem.uol.com.br/album/2016/09/19/gastronomia-a-bordo-comida-da-classe-economica-pode-ser-gostosa.htm
  • totalImagens: 11
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160919102533
    • Viagem [22421];
Fotos

Muitas pessoas torcem o nariz, com alguma razão, para as refeições servidas na classe econômica das companhias aéreas. E o aperto desse setor das aeronaves não contribui para que as experiências gastronômicas a bordo sejam momentos completamente prazerosos para os passageiros. Algumas empresas, porém, têm se esforçado para servir comida de melhor qualidade para seus viajantes menos abastados, contratando chefs famosos para elaborar os pratos e trazendo receitas típicas de seus países de origem para dentro dos aviões. A seguir, veja refeições servidas na classe econômica de dez companhias aéreas do mundo e nos conte, na área de comentários do álbum: já passou aperto na hora de comer no avião ou experimentou uma refeição deliciosa? Relate sua história Arte/UOL Mais

Desde agosto deste ano, a KLM serve, na classe econômica de seus voos entre Brasil e Amsterdã, um gratinado de mandioca com frango e queijo criado pelo chef Rodrigo Oliveira, do aclamado restaurante Mocotó, localizado na zona norte de São Paulo. Os menus, tanto da classe executiva quanto da econômica, foram desenvolvidos com ingredientes tipicamente brasileiros Divulgação/KLM Mais

Peito de frango grelhado, sauté de legumes mistos, purê de batata. Prato servido na classe econômica de voos da Turkish Airlines que atendem o Brasil Divulgação/Turkish Airlines Mais

Na classe econômica de voos da companhia South African Airways (inclusive nos que atendem o Brasil) uma das refeições servidas é composta por carne grelhada ao molho, purê de batata, brócolis e cenoura cozidos no vapor, além de salada com tomate, pepino, cebola roxa e queijo feta. De sobremesa, há bolo de nozes com cobertura de mousse de chocolate branco. Os passageiros também podem provar vinhos sul-africanos gratuitamente Divulgação/South African Airways Mais

Em voos da Emirates que saem do Brasil em direção a Dubai, sede da empresa, uma das principais refeições servidas é composta por carne refogada picante, com legumes salteados e arroz jasmim cozido no vapor. Acompanha salada e, como sobremesa, bolo de banana Divulgação/Emirates Mais

Em seus voos internacionais para Estados Unidos e Europa, a Azul Linhas Aéreas serve uma refeição composta por salada (mix de folhas e tomate cereja), filé mignon, legumes salteados na manteiga, arroz e pão de cereais. Além disso, há sobremesa de torta de limão e suco de laranja Divulgação/Azul Linhas Aéreas Mais

Em voos entre o Brasil e Roma, o menu oferecido pela Alitalia na classe econômica costuma ser composto por cookies e sanduíches servidos durante o voo; chá, café Lavazza e cappuccino preparados na hora e refeições quentes com massas ou carne e legumes, além de frutas frescas ou sobremesa Divulgação/Alitalia Mais

Segundo a companhia aérea Etihad Airways, "na classe econômica, assim como em outras classes, sempre há pratos de influência árabe e também opções exclusivamente vegetarianas", além de sobremesa e café. Na foto, é possível ver uma das receitas árabes servidas nos voos da empresa: carne de cordeiro servida com arroz, cuscuz e uma sobremesa como acompanhamento Divulgação/Etihad Airways Mais

Na ponte aérea entre os aeroportos de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ), a Gol tem oferecido algumas opções de alimentação gratuitas, como mini sanduíches, bolos caseiros, biscoitos, wraps (na foto) e bebidas. Em outros voos, a empresa distribui o snack integral "Tribos", com sabor de azeite e ervas e feito com ingredientes naturais. Mas boa parte dos alimentos oferecidos a bordo em voos da Gol, como sanduíches, são pagos à parte Divulgação/Gol Mais

A Air France tem uma refeição desenvolvida pelo chef Jean Imbert, ganhador do Top Chef francês em 2012, que pode ser degustada nas classes Economy e Premium Economy em voos de longa distância, como alternativa ao menu padrão oferecido a bordo das saídas de Paris. Esta receita do Jean Imbert, porém, é paga à parte e deve ser encomendada no momento do check-in online ou pelos canais de atendimento Air France até 24 horas antes do embarque. A refeição é composta por quinoa orgânica, ovo pochê, estragão, picadinho e fondant de frutas. Custa 21 euros (cerca de R$ 75, na conversão do dia 19 de setembro de 2016) Divulgação/Air France Mais

Em voos de longa distância, a Lufthansa costuma oferecer pratos regionais para os passageiros da classe econômica. Em voos para o Japão, as refeições levam receitas do país asiático como sushi, sashimi, gengibre e arroz japonês Divulgação/Lufthansa Mais

Gastronomia a bordo: comida da classe econômica pode ser gostosa?

Mais álbuns de UOL Viagem x

Últimos álbuns de Viagem

UOL Cursos Online

Todos os cursos