Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://viagem.uol.com.br/album/2014/08/27/confira-dez-destinos-indicados-para-quem-quer-comecar-a-praticar-mergulho.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 8
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140827144945
Fotos

Angra dos Reis (RJ) - Em toda a região, a temperatura da água está em torno de 23ºC. Nas ilhas Imboassica, Queimadas e Laje Zatim a fauna marinha é formada por corais, esponjas e espécies diversas de peixes. A profundidade da área chega a 12 metros, o que é perfeito para mergulhadores iniciantes. Já as ilhas Botinas e dos Porcos são boas para mergulho livre e com snorkel. As águas são claras e a profundidade chega a oito metros Getty Images Mais

Arraial do Cabo (RJ) - A 140 quilômetros da capital, a cidade já foi apelidada de "Caribe fluminense", por possuir dezenas de pontos de mergulho. Nas águas transparentes há corais, tartarugas marinhas, estrelas-do-mar e muitas espécies de peixes coloridos. A maior parte das embarcações parte da Praia dos Anjos e a viagem de barco até os pontos de mergulho levam cerca de 30 minutos Getty Images Mais

Fernando de Noronha (PE) - As 21 ilhas e ilhotas, que somam 26 km² de terras no meio do oceano Atlântico, formam o arquipélago considerado um dos melhores lugares para mergulhar no Brasil. A temperatura da água é agradável, na média de 28ºC, e o calor predomina durante o ano inteiro na região. As ilhas secundárias são onde acontecem os mergulhos autônomos. Além da rica biodiversidade marinha, há também embarcações naufragadas na região Getty Images Mais

Guarapari (ES) - Uma pesquisa realizada pela UENF (Universidade Estadual do Norte Fluminense) indicou a região como a detentora da maior diversidade de espécies de peixes recifais do país: cerca de 342. E tudo isso pode ser visto com facilidade pelo mergulhador, devido às águas claras do local. Há também naufrágios famosos na região, como um navio britânico que afundou em 1903 Divulgação/Prefeitura Municipal Guarapari Mais

Ilhabela (SP) - Nas regiões Sul e Leste de Ilhabela há muitos naufrágios, navios, veleiros e pesqueiros que servem de abrigo para uma rica fauna marinha. No Santuário Ecológico da Ilha das Cabras, com 1500 metros de extensão, é possível encontrar rochas repletas de anêmonas-do-mar, corais, esponjas e estrelas-do-mar. Há, ainda, no local, a sete metros de profundidade, uma estátua de Netuno, o rei dos mares Getty Images Mais

Ilha de Arvoredo (SC) - Localizado a cerca de 30 quilômetros de Florianópolis, o local é uma reserva de rica fauna marinha, com diferentes espécies de peixes, tartarugas e arraias. As embarcações costumam sair da praia de Bombinhas e o trajeto de barco dura, em média, 1h30. No verão, a visibilidade da água é boa até 15 metros de profundidade. No inverno, os mergulhos são um pouco menos profundos Getty Images Mais

Ilhas Cagarras (RJ) - É um arquipélago de sete ilhas e rochedos localizado a cerca de cinco quilômetros da praia de Ipanema, o que torna o destino de fácil acesso para turistas. No fundo das águas há uma grande variedade de peixes, moluscos, algas, estrelas-do-mar e crustáceos. Na região, também há uma vasta variedade de aves que podem ser apreciadas entre um mergulho e outro Getty Images Mais

Laje de Santos (SP) - No litoral sul de São Paulo, pertence ao Parque Estadual Marinho da Laje de Santos (PEMLS). Criado em 1993, é o primeiro parque marinho dentre as Unidades de Conservação do Estado de São Paulo. Lá, os mergulhadores podem avistar o Naufrágio Moreia, além de formações rochosas, tartarugas e até raias mantas Divulgação Mais

Maracajaú (RN) - Basta um passeio de quinze minutos de lancha desde a praia de Maracajaú para chegar a Parrachos de Maracajaú, uma cadeia de recifes de corais que se estende por 10 quilômetros de mar. Lá, habitam centenas de espécies de peixes, crustáceos e moluscos. As visitações são feitas durante o período da maré baixa, quando o local se transforma em um grande aquário, com piscinas naturais de águas mornas e cristalinas, propícias para mergulho livre ou autônomo Divulgação/Ascom/Idema Mais

Porto de Galinhas (PE) - Quem mergulha nas piscinas naturais locais enxerga tartarugas marinhas, arraias, moreias, polvos e muitos cardumes. A água tem temperatura agradável, de 28 ºC, na média. No verão, pode ficar ainda mais quente e é possível até mergulhar sem as vestes de neoprene. A ilha de Santo Aleixo oferece aos turistas águas límpidas e calmas e suas piscinas naturais são ótimas para o mergulho livre e com snorkel Getty Images Mais

Confira dez destinos indicados para quem quer começar a praticar mergulho

Mais álbuns de UOL Viagem x

Últimos álbuns de Viagem

UOL Cursos Online

Todos os cursos