Arquitetura e canais fazem de Hamburgo, na Alemanha, uma empolgante descoberta

Frank Bruni
New York times Syndicate

Ninguém diz para você o quanto Hamburgo é bonita. Isso ocorre porque, para começar, poucas pessoas mencionam Hamburgo. Os turistas e viajantes a negócios tendem a seguir para outras cidades alemãs: Berlim, Munique, Frankfurt. E assim Hamburgo, maior do que todas, com exceção de Berlim, permanece uma espécie de mistério, fadada a se tornar uma descoberta empolgante. Você sabia do lago? Ele fica no centro da cidade, cercado por prédios régios, uma imagem digna de cartão postal. E os canais? Eles formam uma trama na parte da cidade mais próxima do Rio Elba, permitindo a Hamburgo disputar com Estocolmo, Amsterdã e Bruges o direito informal de chamar a si mesma de Veneza do norte da Europa. Hamburgo no inverno é fria e frequentemente cinzenta. Não há como contornar isso. Mas a migração dos moradores de Hamburgo para os espaços fechados dá à cidade uma quietude e paz que apreciei em uma visita recente. Sim, o clima ventoso me persuadiu a desistir dos passeios pelo lago e cruzeiros pelo Elba recomendados no verão. Mas isso não foi um obstáculo para apreciar os encantos formidáveis de Hamburgo.

 

Sexta-feira

16h30 - Vistas e compras

Fique plantado diante do Rathaus, o deslumbrante elemento arquitetônico central de Hamburgo e, adequadamente, sua prefeitura. Uma estrutura de arenito neorrenascentista, ele ocupa toda uma quadra da cidade, oferecendo a primeira pista da antiga vaidade e ambição de Hamburgo. A cidade não é apenas um grande porto, mas também a capital da imprensa alemã e uma de suas cidades mais ricas, com mais dourado do que rudeza. Você apreciará isso enquanto caminhar do Rathaus para a direção norte, até Jungfernstieg, a majestosa avenida diante do lago central, o Binnenalster. De lá, faça um zigue-zague entre as ruas mais estreitas ao sul e oeste, avaliando as lojas de artigos de luxo e os consumidores endinheirados em torno da Neuer Wall, em particular. Faça uma pausa na Alsterarkaden, uma galeria ao estilo veneziano de lojas e cafés ao longo de um largo canal.

 

19h30 - Caviar e lágrimas

Para uma experiência de jantar à moda antiga que é um verdadeiro mimo, não economize no Cölln's (Brodschrangen 1-5; 49-40-36-41-53; coellns-restaurant.de), uma instituição de Hamburgo com piso frio colorido, lambris imaculadamente pintados e salas minúsculas com apenas uma a três mesas em cada, e portas que são fechadas entre as visitas dos garçons. Você dispõe de um botão para chamar ajuda. O senso de intimidade é tamanho que o casal solitário na sala, com minha companhia e eu, acabou brigando, completo com lágrimas e beijos de desculpas. Talvez tanta vodca com caviar tenha tido algum papel. Peixes e frutos do mar são a especialidade do Cölln's, e o jantar para dois com vinho custa entre 175 e 225 euros (ou US$ 218 a US$ 280, com o euro cotado a US$ 1,25). Comemos ostras maravilhosas (3,80 euros cada), um suculento bisque de lagosta (14,80 euros), um excelente linguado de Dover (52 euros) e um sensacional wiener schnitzel (26.80) (26,80 euros).

 

22h - A toca do after-hours

Se o Cölln's liga você ao passado, Le Lion (Rathausstrasse 3; 49-40-33-47-53-78) traz você ao presente. A poucas quadras de distância, ele é um lounge aconchegante e estiloso, com todas as alegorias da cultura de coquetéis: bebidas de butique, copos clássicos, entrada marcada de forma ambígua. Aperte a minúscula campainha na boca da cabeça de um leão e apenas se houver espaço - ou se você tiver feito reserva - é que será permitida sua entrada em uma sala luxuosa com papel de parede de feltro, meia-luz e drinques soberbos, servidos até depois das quatro horas da manhã se houver demanda. Experimente o "gin smash" (13 euros), feito com manjericão fresco, e Le Coquetiez de Lion (9,50 euros), uma mistura de gim, Lillet Blanc e bitters decorada com um limão que mais parece um saca-rolhas, com suas muitas voltas complexas sendo uma verdadeira declaração da dedicação com que os barmen bem-vestidos trabalham.

  • Djamila Grossman/The New York Times

    A Igreja de São Miguel, em Hamburgo, na Alemanha, é uma gema barroca que também é um monumento à resistência, após se recuperar e ser reconstruída após queda de raio, incêndio e bombardeio na Segunda Guerra Mundial

Sábado

10h - Caminhada além das fronteiras

Um contraponto para o rico distrito de compras próximo do Rathaus são as lojas de artesanato, galerias e cafés mais desalinhados, atrevidos e etnicamente diversos ao longo da Lange Reihe, no bairro Sankt Georg. Aqui você encontrará restaurantes chineses, portugueses e italianos; um excelente pão alemão; arte tibetana; e pesados casacos de lã do Himalaia. Comece se alimentando a uma mesa de mármore na sala dos fundos acarpetada do Cafe Gnosa (Lange Reihe 93; 49-40-24-30-34; gnosa.de), um local divertido para café da manhã (cerca de 25 euros para dois), café e sobremesas - experimente o cheesecake etéreo (3 euros). Ao percorrer as cerca de cinco quadras do Gnosa de volta ao lago Binnenalster, note o inadvertidamente hilário reduto New Age Kräuterhaus (Lange Reihe 70, 49-40-24-93-56; kraeuterhaus.net), que vende temperos e chás juntamente com cristais de sal iluminados do Himalaia, que, nos disse um funcionário, "limpam o ar da poluição iônica".

 

12h - Um mundo liliputiano

A entrada enfadonha do Miniatur Wunderland (Kehrwieder 2-4; miniatur-wunderland.com) e as salas monótonas que o abrigam não preparam você para a coleção singular de cenários para ferromodelismo deste museu excêntrico. Locomotivas liliputianas se movem por montanhas, florestas, litorais e cidades que reproduzem partes da Alemanha, Escandinávia e até mesmo dos Estados Unidos. Observe as figuras em miniatura acendendo isqueiros diante de um palco de concerto em miniatura, até mesmo como toaletes portáteis em miniatura próximos. (Entrada, 12 euros para adultos, 6 euros para crianças, 10 euros para idosos.)

 

13h30 - Vidro glorioso

Da Miniatur Wonderland, siga algumas quadras ao sul e cruze vários canais até HafenCity, um projeto urbano de construção de incrível peso e qualidade. Há pouco mais de uma década, Hamburgo decidiu reaproveitar quase 160 hectares de docas no Elba como um bairro comercial, residencial e recreativo que aumentaria o tamanho do centro da cidade em 40% e exibiria hipnotizantes torres de vidro. Em uma área de aproximadamente 15 quadras se encontram exemplos deslumbrantes de arquitetura contemporânea, incluindo prédios de apartamento com exteriores chanfrados e com terraços; o prédio da Unilever que lembra um navio (Strandkai 1); e o Elbphilharmonie, ou filarmônica, na ponta oeste de Am Kaiserkai, um espetacular monumento deliberadamente assimétrico, ondulado, feito do que parece vidro fosco.

 

15h - Hora do chá

Faça uma pausa em sua caminhada por HafenCity com uma parada na Messmer Momentum (Am Kaiserkai 10; messmer-momentum.de), uma casa de chá e museu de chá que homenageia o papel de Hamburgo como o porto pelo qual grande parte do chá da Europa passava. Há centenas de chás à venda ou para provar; uma loja de presentes encantadora com parafernália de chá e balas com sabores exóticos para serem dissolvidas no chá; e um café elegante, com uma parede com janelas e um deck de madeira com vista para um canal.

 

19h - Altitude e atitude

Um lugar elegante para drinques é o 20Up, no 20º andar do Empire Riverside Hotel (Bernhard-Nocht-Strasse 97; 49-40-31-1190; empire-riverside.de), mas os drinques não são sua verdadeira glória, mas sim a vista. O bar, com paredes de vidro, dá vista para o Elba e, enquanto você olha para os navios, docas e guindastes, passa a ter uma ideia do poderio marítimo de Hamburgo. Caminhe até o canto nordeste e poderá ver o neon pulsante do Reeperbahn, o famoso distrito da luz vermelha da cidade.

 

21h - Não para vegetarianos

Para uma atmosfera festiva, clientela simpática e excelente carne bovina, suína e outras, o Bullerei (Lagerstrasse 34b; 49-40-33-44-2-110; bullerei.com) acerta na mosca. Tirando o bar de vinho, o restaurante é uma enorme sala industrial chique, com paredes de concreto e tijolos aparentes. Motivos de carne incluem uma vitrina com carne pendurada e um pedaço grosso de plástico transparente sobre cada cardápio, que lembra as faixas verticais na entrada da sala refrigerada de carnes. Eles também servem peixes e saladas, tudo muito bem preparado. Jantar para dois, com cerveja ou vinho, sai por cerca de 110 euros; é recomendado fazer reserva.

  • Djamila Grossman/The New York Times

    Hamburgo, na Alemanha, no inverno é fria e frequentemente cinzenta, mas isso não é motivo para deixar de aproveitar seus simpáticos canais

Domingo

10h - Oração e exercício

Caso você esteja precisando de Deus ou de exercício, a Igreja de São Miguel (Englische Planke 1; 49-40-37-67-80; st-michaelis.de) pode atender você. Ela é uma gema barroca que também é um monumento à resistência, após se recuperar e ser reconstruída após queda de raio, incêndio e bombardeio na Segunda Guerra Mundial. E seu interior branco e dourado faz você se sentir como se estivesse dentro de um bolo de casamento de reis. Não deixe de olhar para cima para o mais colossal de vários órgãos de tubos. Você pode vir para a missa das 10h ou aguardar até seu final para explorar a igreja; de qualquer forma, visite a plataforma de observação em sua torre. Há um minúsculo elevador, mas a escadaria - torcida, estreita e interminável - é a melhor opção, uma ótima forma de queimar calorias e que lhe dá a sensação de conquistar a vista de 360 graus.

 

O básico

O Hotel Atlantic Kempinski (An der Alster 72-79; 49-40-28-88-817; kempinski.atlantic.de), a uma curta caminhada da estação de trem, oferece vistas do lago e uma bela mistura de toques históricos e contemporâneos. Apesar de seu preço listado para um quarto duplo comum ser de mais de 300 euros, ofertas online às vezes reduzem o preço para menos de 200 euros.

 

No animado bairro de Sankt Pauli, o Hotel Hafen Hamburg (Seewartenstrasse 9; 49-40-31-11-30) conta com uma ótima varanda em frente ao porto e centenas de quartos com todos os confortos. Quartos duplos a partir de 79 euros no inverno, dependendo da data e disponibilidade. (Tradução: George El Khouri Andolfato)

Últimas de Viagem



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos