Circule pelas galerias, parques e bares de uma Santiago restaurada em 36 horas

LIZA FOREMAN
New York Times Syndicate

Assim como a construção que começa e para do Centro Costanera da cidade, que incluirá o maior arranha-céu da América do Sul, Santiago está almejando as alturas enquanto o progresso avança de modo intermitente, graças em parte a desastres naturais, como o terremoto de 8,8 pontos de magnitude que sacudiu o país no ano passado. Ainda assim, há espírito de empreendimento na capital, que foi o principal destino da lista "Os 41 Lugares para Visitar em 2011" do caderno de Viagem do "New York Times". Do crescente movimento fashion até as iniciativas do governo para criar um Vale do Silício do Sul, há uma energia que não pode ser reprimida. Já se foram os tempos em que a cidade era ridicularizada por sua cena de restaurantes ou vista como sisuda e sonolenta. Locais de arte como o Centro Gabriela Mistral, que abriu em setembro, juntamente com galerias de vanguarda, butiques e restaurantes de destaque, atestam para uma cena urbana que floresceu após uma ditadura repressiva que acabou há muito tempo.

Sexta-feira

18h - Distrações criativas
A cena de arte de Santiago se enraizou em bairros ricos como Vitacura, onde galerias contemporâneas como a Galería Animal (Avenida Alonso de Córdova 3105; 56-2-371-9090; www.galeriaanimal.com) e a Sala Cero (Avenida Alonso de Córdova 3105; 56-2-371-9090; salacero.cl), ambas situadas em um prédio de concreto aparente na elegante rua de comércio da cidade, se especializam em arte chilena. Perto dali fica a Isabel Aninat Galería de Arte (Espoz 3100; 56-2-481-9870; galeriaisabelaninat.cl), um espaço de arte que ocasionalmente realiza vendas de estilistas de moda, e a Galería Patricia Ready (Espoz 3125; 56-2-953-6210; galeriapready.cl), um novo complexo com um pátio isolado e café.

22h - Jantar aventureiro
Não há como errar em nenhum dos restaurantes de luxo ao longo do trecho da Avenida Nueva Costanera, em Vitacura, ao redor do popular restaurante peruano La Mar (no No. 3922; 56-2-206-7839; lamarcebicheria.com). Mas vários chefs jovens estão se estabelecendo em vários pontos do bairro, incluindo Sebastian Maturana, que dirigia o Cucina Rustica at the Lodge, em Vail, Colorado, antes de abrir o Casamar (Avenida Padre Hurtado 1480; 56-2-954-2112; casamarchile.cl). O restaurante oferece peixes e frutos do mar sustentáveis em um espaço emoldurado por vidro e bambu. Entre os favoritos estão o polvo grelhado em azeite de oliva e alho, com geleia de tomate, abacate picado e azeitonas (6.500 pesos, ou aproximadamente US$ 14, com o dólar cotado a 470 pesos), e cojinova austral, um ceviche de rufo com cebolinhas, cebola vermelha, abacate, gengibre e agrião (5.800 pesos).

Meia-noite - Vinho na taça
O elegante clube noturno Whiskey Blue, no novo W Santiago (3000 Isidora Goyenechea; 56-2-770-0000; wsantiago.cl), rapidamente se transformou em um ímã para a elite da cidade, mas se você estiver à procura de uma alternativa mais discreta, siga para o Baco Vino y Bistro (Santa Magdalena 113/Nueva de Lyon 116; 56-2-231-4444), um novo bar de vinho no movimentado distrito central de Providencia. Ele atrai uma clientela diversa de moradores bem-vestidos e conhecedores sérios de vinho, que desfrutam da recente tendência aqui de vinho servido por taça.

  • Tomas Munita/The New York Times

    Casas noturnas multifacetadas se tornaram populares em Santiago

Sábado

11h - Templo da moda
Jorge Yarur Bascuñán, um descendente de mercadores têxteis palestinos de Belém, levou 10 anos para transformar a mansão da família – "uma construção de vidro modernista de 1962" – no Museo de la Moda (Avenida Vitacura 4562; 56-2-219-3623; mmyt.cl), um museu dedicado à moda e à memória de sua mãe, Raquel Bascuñán Cugnoni, uma socialite com inclinação para a alta moda. As aproximadamente 10 mil peças do museu incluem um sutiã cônico criado por Jean Paul Gaultier para Madonna, um tutu usado por Margot Fonteyn, e peças de uma recente exposição dos anos 80, incluindo as primeiras coleções de Vivienne Westwood e Thierry Mugler. O museu tem um café encantador, El Garage, com paredes de vidro do chão ao teto, arte colorida e pratos leves como carpaccio de salmão (3.300 pesos) e cuscuz de frutos do mar (5.500 pesos).

14h - Talento local
Os chilenos interessados em moda tomam conhecimento, geralmente pelo Facebook, de feiras de moda temporárias conhecidas como ferias. Uma das mais populares é o Bazar Oriente (Club Médico la Dehesa, Avenida La Dehesa 2245; bazaroriente.cl), que oferece grifes menores. Para os visitantes interessados em um atalho, uma estilista chamada Ameriga Giannone (56-9-790-59144; agstyling.com) pode ajudar você a encontrar ferias menos conhecidas, assim como lojas elegantes como o Hall Central (Merced 346; hallcentral.cl), que estoca estilistas chilenos em ascensão, e a Porquetevistes (Gertrudis Echeñique 360; 56-2-207-5525; www.porquetevistes.cl), com grifes mais estabelecidas. Mas você não pode dizer que fez compras em Santiago sem visitar a Alonso de Córdova, uma rua cheia de lojas de luxo que parece uma versão de cidade de brinquedo da Quinta Avenida de Nova York. Entre as novas lojas estão a Noon (Alonso de Córdova 4120; 56-2-723-0273; ojoconlamoda.com), que estoca novas coleções chilenas e suecas. A Wool (Alonso de Córdova 4098; 56-2208-8767; alfombraswool.com), que vende carpetes, exibe pequenos quadrados de carpete em sua parede como obras de arte.

16h - Pintores e um parque
Em novembro, abriu o mais novo museu de Santiago: o Museo de la Chilenidad (Padre Hurtado Sur 1155; lascondes.cl), cercado por um amplo parque. A coleção permanente inclui obras de mestres da pintura chilenos dos séculos 19 e 20, incluindo Pedro Lira.

18h - Fiesta de calçados
Todo mês duas aficionadas por calçados, Marcela Strika e Lorena Muñoz, conhecidas pela Tacón Zapatos (Monjitas 537, Dpto 74, Bellas Artes; 56-9-9159-8995; taconzapatos.blogspot.com), convidam os clientes ao apartamento de Strika ou a uma suíte de hotel alugada para beber champanhe e conferir os calçados ostentosos que vendem de Luz Principe, uma estilista argentina de mocassins florais, com rufos, e botas até o começo do tornozelo pretas sensuais. De 63 mil pesos a 110 mil pesos o par.

22h - Tentações Tudor
Para uma experiência de jantar um tanto distanciada dos restaurantes de luxo de Vitacura, a Casa Lastarria (Lastarria 70; 56-2-638-3236; casalastarria.cl), no bairro artístico central de Lastarria, oferece refeições caseiras em um prédio estilo Tudor dos anos 30, repleto de móveis antigos. Frequentado por tipos artísticos, esta nova adição à cena de restaurantes de Santiago oferece pratos como enguia congro em molho de amêndoas (5 mil pesos) e frango com conhaque (5.900 pesos).

Meia-noite - Tudo em um só lugar
Casas noturnas multifacetadas, oferecendo entretenimento, dança, drinques e comida, se tornaram populares em Santiago. O Bar Constitución (Constitución 61; 56-2-244-4569; barconstitucion.cl) tem espaços em recinto fechado e ao ar livre, incluindo um bar, terraço, lounge e área de jantar, atraindo uma clientela jovem, casual e que adora diversão. A música ao vivo vai de Nufolk até rhythm and blues e electroclash. Para programação do clube em inglês, veja a "Revolver Santiago Magazine" (santiagomagazine.cl).

  • Tomas Munita/The New York Times

    Um dos bares do hotel W Santiago fica no topo do edifício e oferece uma bela vista da cidade

Domingo

9h30 - Memoriais para os desaparecidos
Quando abriu no ano passado, os moradores locais foram em grande número ao Museu da Memória e dos Direitos Humanos (Matucana 501; 56-2-365-1165; www.museodelamemoria.cl). A estrutura contemporânea de concreto, vidro e cobre, projetada pelo arquiteto brasileiro Marcos Figuero, cobre toda uma quadra no centro de Santiago. Dentro se encontram fotos das vítimas da ditadura brutal do general Augusto Pinochet, vídeos dos manifestantes e outras documentações de seus 17 anos (1973-1990) no poder, quando mais de 3 mil pessoas perderam suas vidas, ou desapareceram, após sua repressão à dissensão. Outro memorial é o Londres 38, situado em um prédio que antes foi usado como quartel-general municipal para o governo socialista de Salvador Allende e posteriormente como centro de tortura sob o regime Pinochet (Londres 38; www.londres38.cl). Em uma rua de paralelepípedos no distrito histórico de Paris-Londres, ele oferece visitas com guias à história do prédio.

14h - Em duas rodas
Alugue bicicletas na La Bicicleta Verde (Santa María Avenida 227, loja 12; 56-2-570-9338; labicicletaverde.com) e explore os vinhedos próximos de Maipo – uma região de estradas sinuosas e vinícolas a cerca de 50 quilômetros da cidade. Os aluguéis são de 12 mil pesos por dia; também oferece passeios aos vinhedos. Entre os vinhedos que valem a pena ser visitados (faça o agendamento com antecedência): La Montaña (Fundo el Peumo, Camino Santa Luisa, cinco quilômetros ao sul de Huelquen; 56-2-264-9846; vinalamontana.cl), com uma loja de vinhos e oportunidades para caminhadas, e, a poucos quilômetros mais à frente, Pérez Cruz (Fundo Liguai, Huelquen; 56-2-655-1318; perezcruz.com), com um prédio incomum de vinícola com pilares curvos. Quatro quilômetros descendo a estrada fica Huelquen (Camino Padre Hurtado 4595, Huelquen; 56-2-822-1264; huelquen.com), uma vinícola orgânica.

O básico

Aberto em 2010, The Aubrey (Constitución 299-317; 56-2-940-28-00; theaubrey.com) é um hotel butique com 15 quartos na área artística de Bella Vista, com quartos duplos a partir de 118 mil pesos, aproximadamente US$ 252. Seu restaurante, Pasta E Vino, é um dos pontos mais populares da cidade, com uma lista de espera de três semanas.

Também aberto no ano passado, o Hotel Boutique Le Rève (Orrego Luco 023; 56-2-757-6000; lerevehotel.cl) fica no centro histórico de Santiago, com 31 quartos a partir de 121 mil pesos.

O W Santiago (3000 Isidora Goyenechea; 56-2-770-0000; wsantiago.cl), aberto em 2009, possui 196 quartos a partir de US$ 299 por um quarto duplo.

Tradutor: George El Khouri Andolfato

Últimas de Viagem



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos