Ubatuba já foi cenário de longas, novelas e minisséries

Carlos Minuano
Do UOL, em Ubatuba

Charmosa e bem localizada, Ubatuba, litoral norte de São Paulo, tem tendência natural para o cinema. É considerada a menina dos olhos de diretores. São dezenas de praias, ilhas, cachoeiras, trilhas e matas, locais paradisíacos que fazem dela cenário perfeito para filmes, novelas, seriados e comerciais.

É o caso da pequena praia de Picinguaba, entranhada na Mata Atlântica, onde resiste ao tempo uma legítima vila de pescadores. Foi o lugar escolhido para a comédia "Caramuru – A invenção do Brasil", de Guel Arraes, com Selton Mello e Camila Pitanga. Inicialmente concebida como minissérie, ganhou depois versão na telona.

A vila dos pescadores da novela "Como uma Onda" (Globo), que na trama fica no sul de Santa Catarina, na verdade foi montada na foz do rio Picinguaba, na praia da Fazenda, destacada pelo jornal inglês "The Guardian" como uma das dez orlas mais bonitas do País.

Lá também foi gravada "A Casa das Sete Mulheres" (Globo). Adaptação do livro homônimo da gaúcha Letícia Wierzchowski, a minissérie aborda a participação feminina na 'guerra dos farrapos', em meados de 1830.

Já o rio Puruba e seus arredores na enseada de Ubatumirim foram a Amazônia de vários planos fechados de "Tainá 2" – que também teve gravações em Manaus. 

Segundo o produtor do longa, Pedro Rovai, "além de possuir áreas preservadas da mata atlântica de fácil acesso, o que dinamiza o ritmo das filmagens, a cidade também já possui mão-de-obra voltada para o cinema".

 

Com mais de 80% de seu território no Parque Estadual da Serra do Mar, maior área contínua de Mata Atlântica preservada do Brasil, Ubatuba tem belezas naturais que já chamaram a atenção também de estrangeiros.

O mais conhecido é o polêmico "Turistas", longa americano de terror. Corre boato também de que o episódio da última temporada do seriado "Lost" tenha sido rodado na mata fechada do sertão de Ubatumirim.

Festival de cinema

A onda cinematográfica em Ubatuba pode resultar em projeto para trazer um polo de cinema para a região. Um festival audiovisual também está na agenda de possibilidades, segundo o prefeito Mauricio Humberto Moromizato (PT) . "Estamos à procura de parceiros para avançar nessas ideias", afirma.

Outro projeto pretende levar turistas para conhecer essas comunidades. As áreas em que foram realizadas filmagens se tornaram também atrativos pontos de visitação, conta o consultor de turismo Edson Chagas. "Quem quiser pode ir aos locais utilizando o serviço de guias turísticos que a cidade oferece", diz.

Últimas de Viagem

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos