UOL Viagem

Cartagena

Sobre o destino Fotos Como chegar Onde ficar Circulando Agências

Eduardo Vessoni/UOL

 

Discreta no passado, Cartagena das Índias, cidade colombiana de estilo colonial preservado, se exibe em frente ao mar do Caribe

Arte UOL

Durante anos, Cartagena das Índias esteve escondida atrás de altas muralhas de pedras. Era a época dos constantes ataques piratas e sobravam motivos para proteger o que fora o porto mais importante de toda as Américas, já que sua posição estratégica guardava o desejado tesouro espanhol.

Atualmente, a invasão é de turistas que chegam de todas as partes do mundo não só para escutar a história que cada uma daquelas paredes tem para contar, mas para ver o mais famoso cartão-postal do destino: o mar do Caribe. Na dúvida, fique com os dois.

O centro de Cartagena, um dos destinos turísticos mais visitados na Colômbia, é considerado Patrimônio Histórico da Humanidade, pela Unesco, e guarda um dos conjuntos arquitetônicos mais preservados do continente. Tão bem cuidado que já foi cenário para que Marlon Brando rodasse ali o filme ?Queimada? e, anualmente, é sede do mais antigo festival latino americano dedicado à sétima arte, o Festival Internacional de Cinema de Cartagena, iniciado em 1960.

Parece mesmo coisa de cinema. Cinema épico, diga-se de passagem.

Ruas estreitas de paralelepípedos por onde passam até carruagens puxadas por cavalos, casarões coloniais com sacadas de madeira, becos iluminados por lampiões, e castelos e fortes com canhões apontados para o mar.

Tudo isso protegido pelas muralhas da cidade, um ambicioso projeto arquitetônico que começou a ser erguido ainda no século 16 para afastar aquela colônia espanhola, fundada em 1533, dos olhos cobiçosos dos invasores estrangeiros, como Francis Drake, o mais famoso dos piratas que passaram pela região.

Se o destino já fascina quem está do lado de dentro, o visitante chega a ficar sem palavras quando Cartagena se exibe com a variedade de praias e seus tons impensáveis de mar. Sim, Cartagena está em frente ao mar do Caribe e oferece todos os elementos necessários para reforçar os estereótipos sobre a região.

Com exceção das praias urbanas, dispensáveis para quem já conhece o litoral norte de São Paulo, o cenário será sempre bem parecido: areia fina e branca, água salgada com tonalidades improváveis do lado de cá do continente, cadeiras sob árvores a espera de turistas preguiçosos e todo o mar do Caribe à disposição.

Para quem procura as famosas imagens caribenhas, o Parque Nacional Natural Los Corales del Rosario y de San Bernardo é o lugar certo. Localizado a 45 km de Cartagena, em uma área de 120 mil hectares, o parque é considerado um dos mais importantes da Colômbia e inclui as paradisíacas ilhas dos arquipélagos do Rosário e de San Bernardo com atrativos naturais que incluem diferentes ecossistemas submarinos como os arrecifes de corais que ocupam 82,9% da região, bosques com manguezais e litorais rochosos e de areia.

Os olhos podem até se perder diante da construção de tons envelhecidos de castelos e fortificações do centro histórico de Cartagena, mas a mente vai longe tentando imaginar o que se esconde debaixo daquelas impressionantes águas caribenhas.

 

GRUPO DE DISCUSSÃO


Cartagena
Você já esteve em Cartagena? O que achou de lá?

 

NO UOL


UOL Viagem
36 horas em Cartagena

Folha Turismo
Cartagena de Indias

Grupo Viagem
Cartagena é Colômbia e Caribe ao mesmo tempo

 

INFORMAÇÕES E SERVIÇO


Site do país - web.presidencia.gov.co

Site de turismo do país - www.colombia.travel

Site da Prefeitura de Cartagena - www.cartagena.gov.co

Site de turismo em Cartagena - www.turismocartagenadeindias.com

Site dos parques nacionais da Colômbia - www.parquesnacionales.gov.co

Informações Turísticas


Corporación Turismo Cartagena de Indias - A instituição conta com diversos pontos de atendimento ao turista, como os que estão localizados no aeroporto da cidade, na Plaza de los Coches e na Plaza de la Aduana (Casa del Marqués del Premio Real), tel. 57 (5) 660-1583. De seg. a sáb., das 9h às 13h e das 15h às 19h; dom., das 9h às 17h.

DDI da Colômbia - 57

Código de acesso de Cartagena ? 5

Moeda ? Peso colombiano.

Fuso horário ? O país está duas horas a menos do horário de Brasília.

Horário comercial ? Os estabelecimentos do centro histórico costumam funcionar, de segunda a sábado, das 9h às 18h, porém alguns centros comerciais e órgãos públicos fecham das 12h às 14h.

Clima ? A temperatura média anual, em Cartagena, é de 30°. Os dias costumam ser quentes e abafados, com noites mais frescas. Protetor solar, roupas frescas e boné são itens indispensáveis. A temporada de inverno vai de maio a novembro e o verão de dezembro a abril.

Internet ? Hotéis e albergues com sinal WiFi ainda são a melhor e mais econômica opção para quem quiser ficar conectado por mais tempo. No entanto, as ruas do centro histórico costumam ter uma variada oferta de lan houses.

Gorjetas ? Os restaurantes mais turísticos costumam incluir nas contas os 10% da taxa de serviço, embora a maioria dos estabelecimentos deixe a escolha por conta do cliente. Os valores finais costumam vir acompanhados de IVA (Impuesto al Valor Agregado).

Documentos ? Não é necessária a solicitação prévia de visto para brasileiros que visitem a Colômbia por até 90 dias. RG e carteira de vacina contra febre amarela são os documentos exigidos para a entrada no país, de acordo com as novas leis.

Imigração ? A política de entrada de brasileiros na Colômbia é pouco clara e o período de permanência pode variar de 30 a 90 dias. Nas fronteiras terrestres, policiais poucos solícitos parecem carimbar o passaporte de acordo com o seu estado de ânimo ou com a cara do turista. Existem relatos de brasileiros que tiveram a sua entrada reduzida a apenas 30 dias e que, para renovação do visto, deveriam pagar uma taxa de R$ 70, aproximadamente. Se você pretende permanecer mais de 30 dias no país, seja firme (e educado) durante os trâmites na fronteira e tenha em mente o roteiro completo que você deve realizar em território colombiano para não causar 'suspeitas'.

Atualizado em Junho de 2010
  • - Guia de Viagem
  • UOL Viagem
Compartilhe
Imprimir
Comunicar erro