Canindé Soares/UOL
Vista aérea das falésias que emolduram a praia da Pipa (RN), tomadas pelo verde, e da baía dos Golfinhos Canindé Soares/UOL

Como aliar preservação e desenvolvimento é o desafio da Praia da Pipa

Aliar turismo ecológico a investimentos em infraestrutura hoteleira. Talvez este seja um dos desafios maiores para Pipa, distrito de Tibau do Sul, município localizado a 85 km ao sul de Natal, no Rio Grande do Norte. Local de passagem de tartarugas marinhas e golfinhos e dona de uma beleza natural singular, a praia se transformou nos últimos 20 anos, deixando de ser apenas uma vila de pescadores para dar lugar a um dos maiores atrativos turísticos do Nordeste, recebendo visitantes nacionais, da Europa e do resto da América Latina.

Sem dúvida, Pipa deixou de ser aquela praia tipicamente nordestina das décadas de 1970 e 1980. Naquela época, o argumento ecológico de surfistas e ambientalistas era de ojeriza ao desenvolvimento, mesmo que sustentado. A ideia hedonista era curtir a beleza natural de praia virgem com a simplicidade de pousadas rústicas ou em casas de pescador, sem querer levar a modernidade e a parafernália da cidade grande para o local.

Hoje em dia, o argumento ecológico ainda existe. Mas o desenvolvimento não pôde ser evitado. Europeus (principalmente de Portugal, Espanha, França e Itália), uruguaios e argentinos montaram seus negócios em Pipa, além de brasileiros de vários cantos.

Apesar do inconveniente que isto possa parecer aos mais puristas, Pipa tem conseguido preservar o seu maior patrimônio: a natureza. Suas praias com falésias acabam ficando protegidas de um viés privado: tal característica impede de certa forma a extensão dos empreendimentos até a praia, apesar de isso já acontecer em alguns lugares. A beleza de suas águas, a presença de golfinhos e tartarugas marinhas —estas vêm botar seus ovos em praias mais desertas— e o clima bastante agradável ainda são os itens mais importantes e é o que chama mais a atenção dos visitantes.

O que mais atrai a atenção do turista são as praias da região. Tem para todos os gostos: a da Mina (deserta, onde tartarugas botam seus ovos), do Madeiro (boa para surfe e para observar golfinhos), enseada dos Golfinhos (sua geografia é algo fabuloso), além da de Tibau do Sul e da lagoa Guaraíras. Outro destaque local é o Santuário Ecológico da Pipa, uma reserva florestal, que abriga, entre outras coisas, uma pequena cabana do Projeto Tamar.

Atrações em destaque

Dicas de quem já foi

Cursos Online
UOL Cursos Online

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos