Canindé Soares/UOL
Vista aérea do Forte dos Reis Magos e da orla de Natal (RN) Canindé Soares/UOL

Conhecida como Cidade do Sol, Natal encanta com a beleza de suas praias

No mapa brasileiro, o Rio Grande do Norte é literalmente onde o vento faz a curva. E os ares fortes que sopram por aqui moldam o litoral potiguar, formando uma paisagem de belíssimas falésias e dunas. Na capital Natal, o vento refresca o calor equatorial e garante sol na maior parte do ano. Mesmo quando chega a chuva, em pouco tempo não se vê mais sombra das nuvens carregadas, e o dia segue ensolarado, como se nada tivesse acontecido. Daí o título de Cidade do Sol.

As praias são o que os turistas mais buscam em Natal (RN). Aqui é o lugar para curtir o litoral intensamente, numa experiência única que envolve não apenas se deitar ao sol, mas também contemplar e explorar suas belezas naturais e curtir os passeios pelo mar, que aproximam os turistas das suas riquezas marinhas, em torno dos recifes de corais.

Os turistas que incluírem a capital potiguar no roteiro para assistir aos jogos da Copa do Mundo terão a oportunidade de, nos intervalos, se emocionar também com seus arredores ao norte e ao sul. Os chamarizes são as dunas de Genipabu, a beleza rara dos Parrachos de Maracajaú, o charme da praia da Pipa e, no caminho, até o curioso maior cajueiro do mundo. Todas essas paradas compõem um roteiro completo de diversão num lugar onde aparentemente só tem verão. 

Natal é pequena, se comparada a outras capitais do Nordeste. E, por isso, preserva um certo clima constante de cidade de veraneio. A praia de Ponta Negra, que tem o Morro do Careca de cartão postal, resume essa sensação. A preferida dos turistas, o lugar é onde se concentram o maior número de opções de hospedagem. Já a praia de Via Costeira é o reduto de quem busca unir o luxo ao turismo.

Nas mesas de Natal, come-se muito bem. Os sabores natalenses temperam a estadia com seus abundantes camarões, peixes e carne de sol. E os que curtem experimentar receitas típicas vão gostar de conhecer a ginga com tapioca, na praia da Redinha.

Arte, história e cultura completam a experiência de quem vai a Natal. Nos bairros Cidade Alta e Ribeira estão as construções, os museus, igrejas que preservam a história e o rico folclore de uma das capitais mais antigas do Nordeste, inaugurada em 25 de dezembro de 1599. Sua relação com a data que remete ao nascimento de Cristo não está apenas no nome. O Forte dos Reis Magos, outra atração histórica (inaugurado no dia de Reis, em 6 de janeiro de 1681), preserva o marco da cidade. Não à toa, a imagem dos reis com a estrela guia são o símbolo da cidade, exibida no seu pórtico de entrada. 

Guias e roteiros rápidos

Atrações em destaque

Dicas de quem já foi

Fotos de quem já foi

Informe publicitário

Cidades vizinhas

Calendário de eventos

nov 21

Festa da Padroeira de Natal

O feriado local homenageia Nossa Senhora da Apresentação. A festa acontece na Catedral Metropolitana

dez

Carnatal

O público se diverte com blocos e trios elétricos em camarotes e arquibancadas no bairro Lagoa Nova



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos