Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://viagem.uol.com.br/album/guia/2014/02/20/conheca-a-cidade-de-pompeia-na-italia.htm
  • totalImagens: 35
  • fotoInicial: 35
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140220185145
    • Pompeia - guia turístico [74105];
    • Itália [5827];
    • Itália [5827];
Fotos
Ruínas de casas da antiga Pompeia conseguem mostrar um pouco de como se organizava a vida na cidade destruída pelo Vesúvio Ana Sachs/UOL Mais
Vista da entrada Porta Marina, o principal acesso ao sítio arqueológico para quem chega de trem ao sítio arqueológico, vindo de Nápoles Ana Sachs/UOL Mais
Próximo à antiga Pompeia, vulcão Vesúvio é visto por entre as ruínas da cidade que ajudou a destruir no ano de 79 d.C. Ana Sachs/UOL Mais
Quase dois mil anos depois, coluna ainda permanece em pé na antiga cidade de Pompeia, destruída pelo vulcão Vesúvio em 79 d.C. Ana Sachs/UOL Mais
Algumas construções permanecem praticamente intactas, faltando apenas a cobertura do teto. Mosaicos no chão foram preservados pela grande cobertura de cinzas do vulcão Ana Sachs/UOL Mais
Mosaico com desenhos permanece intacto em antiga construção da cidade de Pompeia, destruída pelo vulcão Vesúvio em 79 d.C. Ana Sachs/UOL Mais
Ruínas da antiga Basílica de Pompeia, local que, apesar do nome, não tinha função religiosa, mas cívica: ali era aplicada a Justiça e firmadas as negociações econômicas Ana Sachs/UOL Mais
Lateral da antiga Basílica de Pompeia, parcialmente preservada, mas que ainda dá uma ideia da magnitude do local, construído no século 2 a.C. Ana Sachs/UOL Mais
Ruínas da antiga cidade de Pompeia, que foram preservadas graças à grossa camada de cinzas que caiu sobre a cidade durante a erupção do Vesúvio Ana Sachs/UOL Mais
Alguns trechos de antigas construções de Pompeia permanecem intactos, como esse corredor em uma residência Ana Sachs/UOL Mais
Vista geral de uma parte do sítio arqueológico de Pompeia, com o imponente vulcão Vesúvio ao fundo, dominando o horizonte da antiga cidade Ana Sachs/UOL Mais
No sítio arqueológico de Pompeia é possível se ter uma boa ideia de como viviam os antigos romanos. Na foto, toda a estrutura de uma rua como as de hoje, com calçadas e casas de ambos os lados Ana Sachs/UOL Mais
Em muitos locais do sítio arqueológico é possível ver as pinturas das casas e templos ainda preservados tal como eram, com suas cores e desenhos originais Ana Sachs/UOL Mais
As ruas de Pompeia antiga tinham estrutura similar às de hoje, com calçadas para pedestres e local para tráfego de veículos Ana Sachs/UOL Mais
Parte externa do Teatro Grande, um dos locais de entretenimento na antiga cidade de Pompeia. Construído no século 2 a.C., tinha capacidade para até 5000 pessoas Ana Sachs/UOL Mais
Colunas ainda permanecem de pé, quase dois mil anos após a cidade de Pompeia ter sido soterrada pelas cinzas da erupção do vulcão Vesúvio, em 79 d.C. Ana Sachs/UOL Mais
Fonte de água se mantém preservada na parte externa do Quadripórtico dos Teatros, espécie de grande jardim onde os espectadores podiam se reunir nos intervalos das apresentações do Teatro Grande e do Teatro Pequeno Ana Sachs/UOL Mais
Vista geral do pátio do Quadripórtico dos Teatros. Além das colunas, parte do telhado de uma parte do complexo ainda permanece intacta e preservada Ana Sachs/UOL Mais
Placas com nomes e homenagens permaneceram preservadas em muitos locais de Pompeia, dando pistas de quem eram seus habitantes e ilustres moradores Ana Sachs/UOL Mais
Vista geral do Teatro Grande, um dos locais mais importantes para apresentações musicais e teatrais na antiga cidade de Pompeia Ana Sachs/UOL Mais
O Teatro Pequeno fazia parte do complexo de entretenimento que também inclui o Teatro Grande e o Quadripórtico dos Teatros. O local era destinado a apresentações teatrais e musicais de menor porte Ana Sachs/UOL Mais
Dentro do Teatro Grande ainda é possível ver parte do mármore que cobria a zona reservada aos cidadãos importantes da cidade Ana Sachs/UOL Mais
Vista da área externa do Ginásio Grande, local reservado aos exercícios de ginástica promovidos por associações juvenis da antiga cidade de Pompeia. O local, fechado ao público, é um dos mais bem preservados da cidade Ana Sachs/UOL Mais
Fullonica Dite de Stephani: os "fullones" eram estabelecimentos que trabalhavam a lã, lavando-a e tingindo-a. O nome de Stephani encontra-se na fachada da casa, mas não se sabe se ele era o dono do local ou o gerente apenas Ana Sachs/UOL Mais
Parte do sítio arqueológico de Pompeia ainda não foi escavado. Essas áreas ficam fechadas ao público e é possível ver, de longe, os trabalhos dos arqueólogos Ana Sachs/UOL Mais
Banco e fonte de mármore permanecem intactos no jardim de uma residência em Pompeia. A preservação só foi possível graças à grande camada de cinza vulcânica que cobriu a cidade após a erupção do Vesúvio Ana Sachs/UOL Mais
Themopolium de Vetuvius Placidus: estes tipos de estabelecimentos eram uma espécie de "snack bar" de Pompeia, que serviam comida quente e bebidas, pois era comum o almoço fora de casa na cidade. Nos buracos no balcão eram colocados os jarros contendo os alimentos. As pessoas se serviam e podiam se sentar nos salões do fundo para comer Ana Sachs/UOL Mais
A vista na entrada da Porta Marina, a principal do local, já dá uma ideia do que espera o visitante no sítio arqueológico de Pompeia Ana Sachs/UOL Mais
Afrescos preservados podem ser observados na cidade de Pompeia, na Itália ThinkStock Mais
Mosaico com a figura de um cachorro é um dos itens preservados nas ruínas da cidade de Pompeia, na Itália ThinkStock Mais
Corpos de algumas das vítimas da erupção do Vesúvio de 79 d.C., em Pompeia ThinkStock Mais
Pompeia permanece em excepcional estado de conservação por ter sido soterrada por uma chuva de cinzas ? e não pela lava - que cobriu em seis metros de altura a cidade durante a erupção do vulcão Vesúvio, em 79 d.C. ThinkStock Mais
O formato dos corpos e rostos das vítimas do Vesúvio no momento de suas mortes foi preservado por uma técnica com gesso desenvolvida por Giuseppe Fiorelli, diretor de escavações de Pompeia entre 1860 e 1875 ThinkStock Mais
Estátua que adorna a Casa do Fauno, a maior e uma das mais impressionantes residências nas ruínas de Pompeia ThinkStock Mais
Pompeia permanece em excepcional estado de conservação por ter sido soterrada por uma chuva de cinzas - e não pela lava - que cobriu em seis metros de altura a cidade durante a erupção do vulcão Vesúvio, em 79 d.C. ThinkStock Mais

Conheça a cidade de Pompeia, na Itália

Mais álbuns de UOL Viagem x

Últimos álbuns de Viagem



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos